Cultura Mundial:Nacional-Popular, Regional, Local Globalizada…!

501

por José Pedro Renzi

Culturas s√£o produtos e artefatos da raz√£o sens√≠vel ou da sensibilidade po√©tica… Corpos da poesia…

Culturas √© o alimento do dia a dia, entre r√°dio, jornais em extin√ß√£o, cadernos culturais que n√£o existem mais… E principalmente a Photografia mambembe ou do lambe-lambe ou ainda do Cinema de rua ou Coral que foi demolido…

Theatros demolidos e a teatro na rua, lembrando Gustavo Tristini e Simone B√īer, que ganhariam pr√™mios, brasileiros em Peru, terra do Theatro na rua… Ou da rua…

Nas ruas, o movimento da Modernidade, consumo e arte…

Artes visuais, em Arte-Cidade, Torres Vedras e a nossa Morada do SOL…

Ou ainda, quando o Prefeito de Araraquara, vai para China-economia verde ou apresenta a Economia Solid√°ria na ONU, organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas…!

Ou quando o pau-policial arrebenta o jovem negro na periferia da Paulic√©ia ou Megap√≥lis desvairada em S.Paulo ou nas periferias-favelas das grandes cidades em muta√ß√£o urbana…

Ou ainda quando corpos deslizam corpos no festival inter-nacional da dan√ßa da Modernidade… Em Ara Coara ou Araraquara ou um lugar onde mora a Luz…

‚ÄúOu ainda, a tem√°tica‚ÄĚ Cidade escolhe a Casa da CULTURA em Homenagem ao Araraquarense Luiz Antonio Martinez… Correa para fazer √† re-forma e restaura√ß√£o da Casa, onde culturas entre linguagens visuais, virtuais e virtuais… aparecem no processo educativo e cultural…

Ou ainda entre espa√ßos, ateli√™s, museus e Leis de Fomento √† Cultura, entre sindicatos, associ√ß√£os comerciais e Universidades tupiniquins…

Movimentos na rua, na cultura, na produ√ß√£o e na linguagem, no ensino na pesquisa, na Leitura… No estudo. na leitura de roda…e na roda das crian√ßas…

Culturas, quando a Cadeira 11, est√£o com um Araraquarense: dentes ao Sol, Ign√°cio de Loyola Brand√£o, violentando o Muro totalit√°rio da ignor√Ęncia e do bucho do Analfabeto.

Culturas quando a gente descobre que cultura, seria o arroz, feij√£o, o bife, o leite, o p√£o com manteiga, o caf√©… Do dia-a-dia…

Culturas, quando a gente quem sabe um dia, debatem com dia-logo e vontade de ser feliz…

Sem medo de ser feliz…!

Culturas. Agricultura, portanto fazer, ou seja, poesia=versos Livres.