Cultura e desenvolvimento

57

Por João Doria     

  

Uma sociedade desenvolvida precisa ser culturalmente forte. E cultura forte pressup√Ķe o envolvimento de governos, empresas e promotores do setor. S√£o eles que fomentam a produ√ß√£o art√≠stica, criam, mant√©m equipamentos e ajudam a despertar novos talentos. √Č o que estamos fazendo em S√£o Paulo, unindo for√ßas para promover a cultura, ampla e democr√°tica.

Em novembro, inauguramos um novo e moderno espa√ßo de exposi√ß√Ķes na Capital paulista, o MIS Experience, abrigando a mostra interativa ‚ÄúLeonardo da Vinci ‚Äď 500 anos de um G√™nio‚ÄĚ. O MIS Experience √© resultado da integra√ß√£o entre governo e empresas privadas. Ele nasce com 1.700 metros quadrados de √°rea de exposi√ß√Ķes e mais 1.000 metros de √°rea para proje√ß√Ķes interativas. Recebeu R$ 8,5 milh√Ķes de investimento feito por empresas privadas. Ser√° administrado pelo Museu da Imagem e do Som, que ganha assim um segundo espa√ßo de exposi√ß√Ķes em S√£o Paulo.

Os resultados dessa a√ß√£o integrada j√° foram comprovados no Festival de Inverno de Campos do Jord√£o. Em sua 50¬™ edi√ß√£o, o festival recebeu o patroc√≠nio de cinco empresas, bateu recorde de p√ļblico e ampliou o turismo. A parceria governo-empresas tamb√©m √© realidade na renova√ß√£o do Museu do Ipiranga, o Museu da Independ√™ncia. Financiados por 14 empresas privadas, os trabalhos, que estavam paralisados havia seis anos, foram retomados e ser√£o conclu√≠dos no Bicenten√°rio da Independ√™ncia, em setembro de 2022, quando o Museu do Ipiranga passar√° a oferecer uma experi√™ncia multissensorial aos visitantes.

A cultura √© livre por natureza, incompat√≠vel com censura, preconceitos, personalismos, partidarismos e ideologias. A cria√ß√£o e o conhecimento cultural exigem imagina√ß√£o e ousadia. √Č a economia criativa, no seu mais elevado valor.

Para estimular um mercado que movimenta 12 mil empresas e gera 300 mil postos de trabalho, abrimos o Programa de Investimento no Setor Audiovisual de S√£o Paulo, ProAV. Oferecemos R$ 200 milh√Ķes em linha de cr√©dito com juros reduzidos e aprova√ß√£o em apenas dois dias. Cultura e economia criativa tamb√©m s√£o o motor do maior evento de gastronomia do Brasil, o SP Gastronomia, que abrangeu todas as regi√Ķes do Estado. Pela primeira vez, S√£o Paulo ganhou um evento anual que consolida o Estado como meca da arte da boa mesa, setor que emprega 780 mil pessoas diretamente e outros 2,4 milh√Ķes indiretamente.

Outra medida, tão fundamental quanto simbólica, é a implantação da Fábrica de Cultura, em São Bernardo do Campo. No lugar do que deveria ser o tal Museu do Lula, haverá um espaço para os talentos da região do ABCD. O prédio que seria um monumento ao personalismo e à política partidária e ideológica, agora servirá à população, especialmente crianças e jovens.

√Č em parceria com a sociedade, com a juventude, com os artistas e com as empresas que trabalhamos para que a cultura de S√£o Paulo valorize o conhecimento e a energia criativa. A produ√ß√£o cultural gera mudan√ßas, valores, empregos e oportunidades. Semear cultura √© colher desenvolvimento.

 

*João Doria é governador do Estado de São Paulo