Vídeos de recém-formados de Publicidade da Uniara levam ouro e bronze no FestVídeo

Cerimônia de premiação online foi realizada nessa quarta (28)

22

Os vídeos “Terror” e “Campanha CPFL – Energia para todo cidadão”, produzidos por recém-formados do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade de Araraquara – Uniara, receberam respectivamente o ouro e o bronze, na categoria “Universitário”, na cerimônia de premiação online do FestVídeo, transmitida nessa quarta-feira, dia 28 de abril, no YouTube – http://twixar.me/M3tm.

O trabalho vencedor, que pode ser visualizado no link https://bit.ly/3uMvFI4, foi desenvolvido na ocasião pela agência experimental Grifo Comunicação, composta pelos agora ex-estudantes Leonardo Alves, Estevão Chagas, Jhonatan Andrade, Michel Roberto, Kauana Melo e Mariana Eliza. “‘Terror’ trata de uma perseguição tensa entre dois jovens nos corredores da própria Uniara, por um motivo bem cômico: um chocolate”, resumem os integrantes.

Eles revelam que ficaram surpresos e contentes com o primeiro lugar. “Esse prêmio reflete os quatro anos de curso, que foram vividos com muito empenho, persistência e garra. Se chegamos a esse ponto de levarmos o ouro, é porque fomos muito bem orientados e capacitados pelos docentes da graduação, e o mais importante, essa conquista irá agregar no nosso portfólio profissional”, entusiasmam-se.

Os egressos fazem questão de agradecer à coordenadora do curso, Eduarda Escila Ferreira Lopes, e ao professor Luís Paulo de Campos, que ministra a disciplina “Linguagem Publicitária em TV e Cinema”, onde foram produzidos os vídeos, “pela motivação e assistência para que esse momento especial acontecesse em meio a momentos difíceis”.

Já “Campanha CPFL – Energia para todo cidadão”, vídeo que levou o bronze no FestVídeo, foi realizado na época pela agência experimental Tupã Comunicação, integrada pelos ex-alunos Leticia Mistieri Moreira Cesar, Bruna Nataly Bezerra, Mariana Heiderich Morgado, Stephanie Heise Dias Salvador e Adriel Henrique da Silva Barbosa, e está disponível para acesso no link https://bit.ly/3wTuwQF.

 “Foi produzido como projeto experimental e tem como cliente a empresa CPFL. Sua proposta é ensinar a população a resolver problemas simples em relação à energia de suas residências, sem a necessidade de um técnico da empresa, o que evita também as ligações ao call center. Como a energia elétrica faz parte do cotidiano da maior parte da população, também nos preocupamos em abordar a diversidade em nosso trabalho, além de transmitir toda a mensagem de forma clara”, explica Leticia, em nome do grupo.

Ela menciona que, para os membros da Tupã, “é muito gratificante ver que o trabalho e todo o esforço na produção de cada detalhe, desde a criação da música à gravação do vídeo, foram recompensados com um prêmio”. “Estamos muito felizes”, diz.

A agência também agradece à Eduarda, “que sempre esteve conosco e nunca mediu esforços para nos ajudar como pudesse”, e a Campos, “que sempre nos deu suporte durante a produção do vídeo e incentivou nossa inscrição nessa e em outras premiações”. “Também queremos agradecer aos outros professores do curso, às nossas famílias e aos amigos que ajudaram nesse projeto, e também fazem parte dessa conquista”, acrescenta Leticia, novamente em nome de seu grupo.

Campos comenta que o FestVídeo é como o Oscar da propaganda do interior. “Tem uma concorrência incrível entre universidades de todo o Brasil, muitas delas renomadas, de modo que o fato de se estar no shortlist já é uma grande conquista, e ser premiado é a vitória, e foi isso que aconteceu. Estávamos no Top 10, e a premiação foi algo histórico para a Uniara e para esses egressos. Foram duas premiações, e é quase impossível receber dois prêmios no mesmo evento”, destaca.

Ele lembra que “Terror” foi feito antes da pandemia, na própria Uniara, e finalizado antes da última semana antes da suspenção das aulas presenciais. “Já o trabalho da Tupã Comunicação aborda a diversidade das pessoas, e isso é muito importante. Esse bronze já nos deixou entusiasmados e, quando anunciaram o vencedor, vibrei demais. Estou orgulhosíssimo. É uma alegria e uma satisfação. Fomos julgados por jurados renomados de grandes agências. Parabenizo esses recém-formados que participaram e agradeço à reitoria da universidade, pelo apoio que sempre nos dá, à Eduarda, que inclusive permitiu que os alunos pudessem acompanhar a premiação, realizada no horário de aula, e aos funcionários do Núcleo de Produção em TV – NPTV da Uniara, Eduardo Paulillo e Wagner Palombo, responsáveis pela edição de ‘Terror’”, declara.

Eduarda também não esconde sua alegria pelas conquistas. “Parabéns, alunos, ex-alunos, professores, colaboradores e a estimada reitoria. Conseguimos mais dois prêmios, o que é muito significativo. Aqui, tudo é sempre feito com muito carinho e, diante de um ano atropelado pela pandemia, nossos agora egressos e docentes conseguiram ser premiados, disputando com grandes universidades da região. É uma honra estar nesse curso do meu coração sempre”, diz.

Para os integrantes da Grifo Comunicação e Tupã Comunicação, a professora menciona que é “um portfólio premiado com muito merecimento”. “Tenho orgulho de vocês. Parabéns ao professor Luis Paulo, meu parceiro de sempre, à Uniara, que não descuida nenhum minuto da qualidade, do carinho e de um caminho diferenciado, e aos professores e alunos da graduação. Aqui, criatividade e dedicação ganham prêmios”, finaliza.