Vereadores ouvem representantes do SISMAR sobre projetos do regime estatutário

Propostas alteram o regime jurídico da relação de trabalho dos servidores do município

63

Vereadores e representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região – SISMAR, estiveram reunidos nesta quinta-feira, dia 17, no plenarinho da Câmara Municipal de Araraquara, um pouco antes da sessão extraordinária realizada naquela tarde, para tratar dos projetos de Lei Complementar, enviados pela Prefeitura de Araraquara, mudando o regime jurídico de trabalho dos servidores do município, de celetista (regime CLT) para estatutário.

As propostas já estão protocoladas na Câmara e foram agendadas para discussão e votação em duas sessões extraordinárias, na segunda-feira, dia 21. O presidente do SISMAR, Gustavo Domingos Jacobucci, apresentaram suas visões e argumentos sobre as propostas. Caso sejam aprovados os dois projetos, o próximo passo é a construção do estatuto que vai reger a relação de trabalho do servidor com seus empregadores, tanto a Prefeitura, quanto a Câmara Municipal.