Vereador quer implantação de sistema de câmeras para diminuir furto de veículos

Sistema seria instalado nos principais corredores da cidade, objetivando a diminuição de roubos, furtos e adulterações

27

No último dia 7, o vereador João Clemente (PSDB) encaminhou a Indicação nº 2788/2021 ao Executivo, indicando a realização de estudos para a criação, implementação e sistematização do Programa de Contenção Eletrônica de Supressão – Subtração de Veículos.

O programa consiste na instalação de câmeras nos principais corredores de trânsito de veículos, para que se faça a leitura das placas daqueles carros que apresentarem restrições de furto, roubo, adulteração, para a tomada de medidas cabíveis.

O vereador também sugeriu a criação de consórcios com municípios vizinhos para juntos atuarem com Araraquara na diminuição de tais infrações que acometem os veículos e trazem prejuízos à população. “A subtração de veículos, seja por roubos, furtos e ou demais infrações, segue ocorrendo, com aumento nos últimos meses. Segundo informações noticiadas, o aumento passa dos 100% no ano de 2021”, afirmou o parlamentar.

Para Clemente, a iniciativa também vislumbra a diminuição de outros delitos, já que em alguns casos tais veículos são utilizados para a realização de outras infrações. “Além de proporcionar um sentimento de segurança à população, o programa pode também diminuir agressões físicas e psíquicas, sofridas pelas pessoas quando abordadas em situações de furto e ou roubo dos veículos que estão em sua posse.”

O vereador sugeriu ainda a criação de convênios com a Polícia Militar do Estado de São Paulo, inclusive com o Batalhão da Polícia Rodoviária.

Araraquara conta com o Sistema Detecta

No mês de maio deste ano, a Prefeitura entregou para a Polícia Militar equipamentos eletrônicos e instalou mais seis ‘câmeras inteligentes’ para o fortalecimento do sistema de monitoramento Detecta. A Polícia Militar recebeu um computador e um monitor para visualização das câmeras, consolidando a integração das imagens do Município com a PM. Com a aquisição dos novos equipamentos, a PM passou a visualizar as imagens das câmeras públicas que fazem a leitura das placas de veículos. Assim, o Estado enviará informações sobre a situação desses veículos à Guarda Municipal (se foi roubado, clonado ou furtado, por exemplo).

Araraquara já contava com o projeto Câmera Cidadã, implantado em 2019, que conta com a colaboração da população no compartilhamento das câmeras residenciais e do comércio voltadas para as vias públicas, auxiliando a Central de Videomonitoramento da Guarda Municipal.