Veículos que transportam pacientes para outros municípios estão em situação precária

Somente 40% das viaturas teriam as mínimas condições de uso e o restante seria sucata

503

O vereador Rafael de Angeli (PSDB) recebeu denúncia sobre as péssimas condições das ambulâncias utilizadas pela Secretaria Municipal de Saúde, para o transporte de pacientes que são levados a procedimentos médicos em outras cidades e dentro do Município. Segundo as informações, somente 40% das viaturas teriam as mínimas condições de uso; o restante seria sucata.

O parlamentar resolveu verificar in loco, no Centralizado da Prefeitura, onde ficam estacionados os veículos, para entender melhor a situação. “A reclamação dá conta de que das ambulâncias, 10 estão quebradas, 7 delas sucateadas e somente quatro em operação”, informou Angeli.

Ele foi recebido pala assistente técnica da Secretaria Municipal de Saúde, Sheila Rosana Mendes, que afirmou que os números são mais ou menos esses. “Estamos esperando duas viaturas encaminhadas pelo Samu. Hoje, temos duas viaturas para viagens e duas para transporte local, além de um micro-ônibus e três vans, que acomodam um número maior de pessoas que não estão acamadas.”

Rafael perguntou se mais cinco viaturas em melhores condições resolveriam o problema. A resposta foi: duas, mais novas, seriam muito bem-vindas.

“Realmente, a denúncia se confirmou. São poucas viaturas e a maioria em condições ruins. Sem falar que sete ambulâncias estão sendo utilizadas apenas para a retiradas de peças para consertar aquelas que apresentam problemas por excesso de uso”, salientou Angeli, que já encaminhou a Indicação nº 582/2021, ao Poder Executivo, solicitando a urgente manutenção dos veículos – ambulâncias, micro-ônibus e veículos em geral – que estão parados no Centralizado Municipal de Araraquara.

  Foto: O Imparcial