Vacinação de profissionais da educação começa na segunda (12) com cadastramento obrigatório

Cadastro já deve ser feito na plataforma VacinaJá Educação, do governo estadual; sem apresentação do comprovante, profissional não poderá ser imunizado

45

A primeira etapa da vacinação contra Covid-19 dos profissionais da educação terá início na próxima segunda-feira (12) para educadores e funcionários de instituições públicas e particulares, com idade a partir de 47 anos. A ação faz parte do plano de imunização do governo estadual, que na última segunda-feira (5) também começou a vacinação dos profissionais da segurança pública.

Para receber a vacina, os profissionais da educação devem efetuar um cadastro na plataforma VacinaJá Educação, do Governo do Estado de São Paulo.

Poderão ser imunizados os profissionais cadastrados na plataforma que atuem nas escolas com funções como secretários, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, mediadores, merendeiras, monitores, cuidadores, diretores, vice-diretores, professores de todos os ciclos da educação básica (do Infantil ao Ensino Médio), professores coordenadores pedagógicos, além de professores temporários.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, que está organizando o esquema de vacinação dos profissionais da educação do município, é fundamental o cadastramento, que já pode ser feito no site https://vacinaja.sp.gov.br/educacao, com número do CPF, nome completo e e-mail. Em seguida, eles receberão um link no email indicado e será necessário validá-lo para dar continuidade ao cadastro. É importante verificar se o email não foi deslocado para a caixa de spam.

No passo seguinte, o profissional deve confirmar os dados pessoais e apontar nome da escola, rede de ensino, município e cargo ocupado. Para as redes municipais, particulares e federal também é necessário anexar os holerites dos meses de janeiro e fevereiro.

Na sequência, o cadastro passará por um processo de análise e, se validado, o profissional receberá em seu email o comprovante VacinaJá Educação; este documento terá um QRCode para verificação de autenticidade.

Comprovante deve ser apresentado

No momento da vacinação, o profissional da educação deverá apresentar o comprovante VacinaJá Educação, RG e CPF para conferência dos dados pelo profissional de saúde. Caso, o usuário não apresente o comprovante, ele não poderá ser imunizado.

A secretária municipal da Saúde, Eliana Honain, enfatiza que o cadastro é o primeiro passo para imunização, porém, não significa o agendamento. Os horários e locais de vacinação, segundo ela, serão definidos e divulgados nos próximos dias.

“Esperamos que todos os profissionais da educação façam esse cadastramento até este fim de semana. E nós também estamos aguardando a próxima remessa de doses, que deverá ser entregue pelo DRS, para finalizar a organização e divulgar o cronograma dessa imunização”, afirma Eliana, se referindo ao Departamento Regional de Saúde (DRS III – Araraquara), órgão do Governo do Estado responsável pela distribuição de doses de vacina ao município.

Dos municípios que compõem o DRS III, Araraquara é o município com mais doses aplicadas: são 44.800 até esta terça (6), sendo 33.799 da primeira dose e 11.001 da segunda dose.

Imunização de idosos

Paralelamente, a Secretaria Municipal de Saúde continua com a imunização dos idosos do município, com a aplicação da segunda dose em idosos e vacinação dos maiores de 68 anos que ainda não tomaram a primeira dose.

Os idosos podem procurar a vacina, de segunda a sexta-feira, nos pontos instalados na unidade de saúde do Sesa e nas unidades básicas de saúde do Jardim Iedda, da Vila Xavier e no estacionamento da UPA do Valle Verde, das 8h às 15h.

Outras opções são o drive-thru do Sesc, onde as equipes de saúde permanecem sempre das 8h às 16h, e o drive-thru instalado na sede da Vigilância em Saúde, no CEAR (Centro de Eventos de Araraquara e Região), antigos pavilhões da Facira, das 9h às 15h.

É preciso apresentar RG e CPF, além de comprovante de endereço atualizado.