Usuários do TCI participam de pesquisa sobre mobilidade urbana

Equipe coletará dados da população até a próxima quinta (14); questionário ajudará na elaboração do Plano de Mobilidade de Araraquara

25

Dando continuidade à pesquisa do Plano de Mobilidade de Araraquara iniciada no sábado (9), a equipe responsável segue no TCI (Terminal Central de Integração) até a próxima quinta-feira (14) a fim de coletar informações dos usuários do transporte coletivo que desejarem contribuir com a pesquisa Origem-Destino.

O questionário é realizado das 9h às 17h, e os pesquisadores estão devidamente identificados por colete e crachá, munidos de tablet, máscara e álcool em gel.

De acordo com a professora da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e coordenadora da área de Urbanismo do projeto, Luciana Gonçalves, a pesquisa integra a primeira etapa da elaboração do Plano de Mobilidade, previsto para ser concluído até abril. “Essa primeira etapa é a fase de diagnóstico, e requer dados sobre a mobilidade das pessoas, como elas circulam de uma zona de tráfego para outra, ou seja, de um conjunto de bairros para outros bairros”, explica.

“Sabemos o total de pessoas que utilizam ônibus, mas a gente não sabe exatamente em que bairro elas embarcam, qual o destino delas, se usam o transporte coletivo para trabalho, para estudo”, completa Luciana.

Vale lembrar que essa mesma pesquisa também está disponível on-line e é aberta a toda a população. O questionário pode ser acessado até 25 de janeiro pelo link https://www.nucleodegeo.ufscar.br/araraquara/

Ao responder a pesquisa, a população participa do planejamento da mobilidade de Araraquara e, com isso, ajuda a embasar as propostas de melhoria do trânsito e do transporte coletivo, além de subsidiar as políticas municipais para pedestres e ciclistas.

O Plano de Mobilidade é o instrumento de efetivação da PNMU (Política Nacional de Mobilidade Urbana) instituída pela Lei Federal nº 12.587/2012. Essa lei estabelece que todos os municípios com mais de 20 mil habitantes são obrigados a elaborar um plano de mobilidade em um processo participativo com os diversos setores da sociedade civil.

Araraquara elaborou seu plano de mobilidade em 2008 e, de acordo com a PNMU, ele deve ser avaliado, revisado e atualizado a cada dez anos. Por isso, em maio de 2019, a Prefeitura firmou convênio com a UFSCar para a elaboração do novo Plano de Mobilidade de Araraquara. Toda a pesquisa e análise estão sendo feitas por professores e alunos do Departamento de Engenharia Civil da universidade, além de outros profissionais da área, mestrandos e doutorandos da instituição.

Quem tiver dúvidas ou comentários sobre a pesquisa Origem-Destino pode entrar em contato com a equipe da UFSCar pelo WhatsApp (16) 99788-2792.