Unesp entrega primeiros resultados de testes em Araraquara

Faculdade de Ciências Farmacêuticas tem capacidade para processar até 200 testes por dia

90
Os testes realizados na Unesp em Araraquara contam com a estrutura do laboratório da FCF classificado como de segurança máxima, Nível de Biossegurança 3 (NB3), e as instalações do Núcleo de Atendimento à Comunidade

Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da Unesp em Araraquara entregou neste final de semana às autoridades de saúde do município os resultados dos primeiros testes para diagnóstico da Covid-19 realizados pela universidade em parceria com a prefeitura local.

Amostras genéticas de 20 casos suspeitos, a maioria deles profissionais de saúde que necessitavam de diagnóstico para saber se poderiam voltar ao trabalho e ao atendimento público, foram processadas na última sexta-feira no Laboratório de Imunologia Clínica e Biologia Molecular do Departamento de Análises Clínicas da FCF, sob a responsabilidade do professor Paulo Inácio da Costa, e já passaram pelas máquinas de PCR em tempo real, metodologia padronizada para os testes diagnósticos da Covid-19.

Os testes realizados na Unesp em Araraquara contam com a estrutura do laboratório da FCF, classificado como de segurança máxima, Nível de Biossegurança 3 (NB3), e as instalações do Núcleo de Atendimento à Comunidade, unidade auxiliar da Faculdade de Ciências Farmacêuticas. As coletas das amostras são feitas nas unidades de saúde e enviadas à Unesp.

“O início dos testes na Unesp em Araraquara é fundamental para o controle epidemiológico e para uma ação retroativa dos casos que estão sem resultados. Ou seja, estamos atrasados em relação à condição de resultados oficiais específicos para o controle epidemiológico e nossa universidade, em parceria com a prefeitura, tomou uma atitude de acordo com aquela que esta situação de emergência em saúde pública exige”, afirma a professora Ana Marisa Fusco Almeida, vice-diretora da FCF, que destaca o trabalho em conjunto realizado na unidade universitária para acelerar a padronização dos testes e o início deles.

De acordo com Ana Marisa Fusco Almeida, a Unesp em Araraquara tem capacidade instalada para processar até 200 testes por dia, de acordo com a demanda e as parcerias a serem estabelecidas para a compra de insumos necessários para os testes –a parceria com a prefeitura financiou a primeira leva desses exames.

“Ficar esperando o resultado por muito tempo é ruim para o sistema de saúde, para o hospital e para as pessoas. Essa angústia (de espera pelos resultados dos testes) tem que ser diminuída”, afirma o professor Paulo Inácio da Costa, responsável pelo laboratório da FCF.

O docente chama a atenção para a necessidade de colaboração permanente da sociedade para que não faltem insumos para a realização dos testes. “Quem puder ajudar na compra dos insumos vai colaborar muito com o nosso trabalho. Mesmo com pouco, na somatória, isso será importante para não interromper o trabalho”, afirma Paulo Inácio da Costa.

O aumento na realização de testes para diagnóstico da Covid-19 na população é uma das duas medidas fundamentais já postas em práticas pelas autoridades de saúde para a mitigação do espalhamento da doença –a outra é o isolamento domiciliar. Os testes a serem realizados em Araraquara poderão atender 24 cidades da região e o Laboratório de Imunologia Clínica e Biologia Molecular da FCF, que já faz parte da rede nacional de laboratórios de biologia molecular e realiza há mais de duas décadas testes para HIV e hepatites virais, está em fase de credenciamento na Secretaria de Estado da Saúde para integrar a recém-criada plataforma de laboratórios para testes de Covid-19 em São Paulo.

“A Unesp está seguindo o protocolo científico e trabalhando forte para expandir o número de testes de Covid-19, principalmente neste momento em que a doença está avançando para o interior do Estado de São Paulo”, afirma a professora Célia Regina Nogueira, presidente do Comitê Científico da Unesp formado em resposta à pandemia.

O início dos testes em Araraquara contou com uma colaboração da Unicamp, que enviou a amostra de RNA-controle, o que foi necessário para acelerar a preparação prévia para dar início aos testes no laboratório da FCF.

A pessoa, física ou jurídica, que deseja contribuir com ações da Unesp, especialmente aquelas de combate à pandemia de Covid-19, pode realizar doações por meio da plataforma Parceiro Unesp, que possibilita inclusive que o doador especifique a unidade universitária que receberá os recursos. Para doações, acesse: https://prograddb.unesp.br/parceiro/.