Testes gratuitos e balões vermelhos marcam Dia Mundial de Luta Contra a Aids

A testagem para HIV, sífilis e Covid-19 foi realizada em frente ao Paço Municipal; solenidade reuniu profissionais da saúde e de entidades que lutam pela causa

41

Para marcar o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, o Centro de Testagem e Aconselhamento IST/Aids (CTA) realizou nesta terça-feira, 1º de dezembro, a abertura da Semana Municipal contra as Infecções Sexualmente Transmissíveis.  Uma solenidade em frente ao Paço Municipal, com todos os protocolos sanitários, reuniu representantes da saúde e de entidades que atuam no atendimento a pessoas portadoras do vírus HIV. Também houve soltura de balões vermelhos e realização de testes rápidos para HIV e sífilis na população interessada, além de testagem para Covid-19.

A ação de 1º de dezembro faz parte da campanha “Fique Sabendo”, desenvolvida por meio do Programa Municipal de IST/Aids da Secretaria Municipal de Saúde.
Entre os presentes estavam Saliane Ribeiro, gerente do programa IST/Aids; Albert Andreoni de Souza, presidente da ONG RPN + Sol; Edilson de Souza, presidente do Grupo de Apoio e Solidariedade ao Portador de HIV (Gaspa); a médica infectologista Estela Maura Cirino Cattelani, representante do Serviço Especial de Saúde de Araraquara (SESA), a vereadora Thainara Faria, representando a Câmara Municipal, e a secretária municipal da Saúde, Eliana Honain, que representou o prefeito Edinho. Ele cumpre quarentena, após ter positivado para coronavírus na semana passada.

As autoridades que se manifestaram na solenidade destacaram a importância da data que, além de promover a reflexão sobre a doença, reforça a necessidade da prevenção e da realização de testes, que possibilitam o diagnóstico e o acesso oportuno ao tratamento.
Embora a Aids não tenha cura, o tratamento – totalmente gratuito – é uma forma efetiva de

melhorar a qualidade de vida das pessoas afetadas e quebrar a cadeia de transmissão do vírus.

De acordo com Saliane Ribeiro, em 2019, Araraquara contabilizou 53 casos de HIV, 32 de Aids e 300 de sífilis. Naquele ano, foram realizados cerca de 110 testes por mês e distribuídos 127 mil preservativos. Em 2020, até o mês de julho, foram registrados 15 casos de HIV, 16 de Aids e 82 de sífilis. De janeiro a outubro deste ano, a Secretaria Municipal de Saúde realizou 3.500 testes e distribuiu 85 mil preservativos.

“É importante  a realização do teste, que é gratuito, porque se o resultado for positivo, a pessoa inicia o tratamento e tem acesso imediato ao trabalho de aconselhamento”, reforça Saliane.

A secretária municipal da Saúde, Eliana Honain, falou aos presentes em nome do prefeito Edinho. Ela agradeceu a parceria e o empenho das ONGs e instituições que trabalham no atendimento a portadores de HIV/Aids no município. Também agradeceu aos profissionais da Saúde e à Câmara Municipal pelo apoio aos projetos e programas que vêm sendo implementados na atual gestão.

“É graças ao trabalho e participação de todos vocês que hoje temos um programa de combate à Aids reconhecido mundialmente”, disse aos profissionais e representantes do terceiro setor. “Foi muito difícil fazer saúde neste ano, por conta da pandemia de Covid-19. E essa pandemia levou muitos portadores, porque eles fazem parte do grupo de risco. Por isso, hoje é um dia muito importante de reflexão e homenagens àqueles que perderam suas vidas para a Aids. E que nós possamos continuar lutando contra o preconceito, que também faz muitas vítimas”, completou a secretária da Saúde.

Ao final das falas, foi feito um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da doença ao som de Ave Maria de Gonoud e, sem seguida, foi realizada a soltura dos balões veremelhos.

Até por volta das 16 horas, equipes da saúde permaneceram em frente ao Paço Municipal realizando testes para HIV, sífilis e Covid-19.

Quem não compareceu, ainda pode fazer o teste para HIV e sífilis, por meio da campanha, entre os dias 3 e 4 de dezembro na Rua dos Eletricitários, s/n, no Jardim Arco-Íris, das 13h às 16h. A testagem também é realizada ao longo de todo o ano na sede do CTA, localizado na Rua Expedicionários do Brasil, 1435, no Centro, com atendimento das 8h30 às 14h.