Soltura de aves marca início da programação educativa do “Dia Mundial do Meio Ambiente”

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado em 05 de junho e este ano o tema escolhido pela ONU é "Restauração de Ecossistemas"

48

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, em parceria com a Polícia Militar Ambiental de Araraquara, realizou uma soltura simbólica de 50 aves apreendidas em ocorrências na manhã desta quarta-feira (02), na nascente Anhumas. A iniciativa integra a programação de ações educativas em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06).

O gerente das Áreas de Proteção Ambiental, João Henrique Barbosa, ressalta que, infelizmente, a caça e o tráfico de animais silvestres é uma realidade em nosso município. “Araraquara está localizada em uma rota de traficantes de animais silvestres”. De acordo com ele, a Polícia Militar Ambiental de Araraquara tem trabalhado para coibir estas ações. “Eles realizam inúmeras operações visando a apreensão de aves e outros animais silvestres”.

Estiveram presentes o secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Carlos Porsani, os coordenadores da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Gelson Dantas e Luciana Fernandes, o gerente das Áreas de Proteção Ambiental, João Henrique Barbosa, o fiscal Ambiental, Rodrigo Batigalhia, a presidente do COMDEMA, Profª Dra. Ana Marcondelli, representando também o curso de Ciências Biológicas da UNIARA, representante do GOAMA (Grupo de Observadores das Aves do Município de Araraquara), Luis Bergamim e o Profº Dr. Adriano Mondini representando a UNESP.

Programação do Dia Mundial do Meio Ambiente

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado no sábado, 05 de junho, o tema escolhido pela ONU este ano é “Restauração de Ecossistemas” e na urgência de todos fazerem as pazes com a natureza. A data também marca o lançamento formal da Década das Nações Unidas da Restauração de Ecossistemas 2021-2030.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade preparou uma programação especial com ações educativas para marcar a data. O secretário da Pasta, José Carlos Porsani, reforça que o trabalho da Secretaria é constante. “A nossa equipe trabalha todos os dias para a preservação e recuperação do meio ambiente e, nossa missão, é garantir um futuro sustentável aos nossos sucessores”.

No sábado (05/06), estreia o 5° capítulo da série sobre as águas do programa Inteiro Ambiente nas redes sociais da Prefeitura de Araraquara (Facebook, Instagram e YouTube). O tema deste capítulo será – Eutrofização – Recuperação de Ecossistemas Aquáticos e ele conta com a participação do gerente de Planejamento, Sustentabilidade e Educação Ambiental, Valter Iost e do gerente de Recursos Hídricos e Mananciais DAAE de Araraquara, Artur de Lima Osório. Além de explicar o tema, o capítulo aborda o trabalho de restauração ambiental realizado pelo Daae de Araraquara na represa de Captação de Água do Ribeirão do Anhumas e na Represa do Ribeirão do Lajeado.

Cabe lembrar que o programa “Inteiro Ambiente” é produzido pela Secretaria Municipal de Comunicação e exibido desde 2017 pelas redes sociais da Prefeitura de Araraquara. O programa busca usar a comunicação como uma ferramenta de educação ambiental, sempre buscando sensibilizar a população para os paradigmas ambientais e apresentando possíveis soluções para a garantia da sustentabilidade na cidade.

Também no sábado (05/06), tem início o projeto “O rio começa aqui”, uma parceria com Daae de Araraquara com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade e com o Instituto Paz e Bem. O projeto consiste em intervenções artísticas em bocas de lobo e palestras de educação ambiental que explicam o ciclo da água, bem como da importância sobre a drenagem urbana e o descarte correto do lixo para manutenção da qualidade dos recursos hídricos. A ação será desenvolvida pela manhã na região Norte da cidade.

A programação se encerra na segunda-feira (07/06) com a revitalização do canteiro central do Pq. Residencial das Hortências. A ação vai contar o plantio de 30 mudas de árvores, sendo 21 em área de mata, em um local que sofreu com problema de queimadas e, 9 no canteiro central, além da instalação de placa de orientação sobre as penalidades recebidas quando ocorrer a deposição irregular de resíduos.