Sociedade Paulista de Infectologia apoia ações de Araraquara contra Covid

Segundo a instituição, medidas têm respaldo científico e se assemelham às bem-sucedidas políticas públicas de vários países

117

Uma nota publicada pela Sociedade Paulista de Infectologia (SPI) manifesta publicamente apoio às medidas restritivas de mobilidade populacional, como o lockdown, implementadas pela Prefeitura em Araraquara visando conter a situação emergencial provocada pela Covid-19.

De acordo com a SPI, essas medidas têm respaldo científico e se assemelham às bem-sucedidas políticas públicas de países como Alemanha, Itália, Reino Unido e Nova Zelândia, para contar o avanço da doença.

“Ao mesmo tempo, reiteramos que não há evidência de benefício do tratamento precoce da Covid-19, sendo este em alguns casos perigoso. O rápido suporte ventilatório é o pilar fundamental para salvar vidas. Mais importantes ainda são as medidas de prevenção, que incluem distanciamento social, uso de máscaras e higiene das mãos e vacinas”, acrescenta a manifestação da Sociedade Paulista de Infectologia.

No trecho final, a nota ainda ressalta que enquanto não se realiza a vacinação em massa, capaz de gerar imunidade populacional, quarentenas rígidas serão as melhores armas contra a pandemia.

“Acreditamos na Ciência e defendemos a vida. As estratégias epidemiológicas implementadas pelo município de Araraquara tem o potencial de evitar grande número de adoecimentos e mortes. Se não adotarmos medidas responsáveis como essas, corremos o sério risco de faltarem leitos e oxigênio nos hospitais”, alerta a SPI.

Confira a nota na íntegra:

https://infectologiapaulista.org.br/noticia-da-spi.php?id=344&s=nota-de-apoio-a-prefeitura-e-medicos-do-municipio-de-araraquara