Serviço de inteligência da Guarda Municipal identifica autor de furto no Altos de Pinheiros

Novamente, por meio do sistema de vídeo monitoramento, mais um crime praticado em local público foi solucionado

293

O trabalho do Centro de Operações e Inteligência (COI) da Guarda Civil Municipal, vinculado à Secretaria de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, foi determinante na identificação do autor de um furto de celular registrado nesta terça-feira (10), no Jardim Altos de Pinheiros.

Ao receber ligação de um munícipe informando que havia sido vítima de furto de um celular, em frente ao Centro de Educação e Recreação (CER) Ângelo Lorenzetti, a equipe do COI iniciou um levantamento das imagens registradas pelas câmeras da unidade escolar e também de câmeras das imediações e conseguiu observar o momento em que o celular foi furtado do interior do veículo da vítima.

“Após análise das caraterísticas do cidadão que efetuou o furto e cruzamento de informações, foi possível identificar esse autor e também foi levantado que o mesmo passaria por consulta em um posto de atendimento médico na área central nesta quarta-feira”, relata o Coronel João Alberto Nogueira Júnior, secretário municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública.

Ainda segundo ele, com essas informações, uma equipe de campo da GCM localizou o cidadão nesta manhã. Ao ser abordado, o homem assumiu a autoria do furto e informou que o aparelho estava em sua residência. Diante disso, ele foi conduzido até o Distrito Policial, juntamente com o celular, onde a autoridade policial presente tomou as medidas cabíveis e o aparelho foi reavido pelo proprietário.

“O caso agora segue os trâmites legais. Nós conseguimos solucionar um crime praticado num espaço público. Mais uma vez, o nosso sistema de câmeras se mostrou eficiente no combate à criminalidade”, avalia o secretário municipal, se referindo ao sistema de monitoramento e vigilância da cidade, o programa Câmera Cidadã, criado em 2018 e composto hoje de 308 câmeras instaladas em residenciais, no comércio e prédios públicos, fortalecendo a segurança pública de Araraquara. “Com essa rede colaborativa, implantada com a participação direta da população, estamos conseguindo conciliar o esquema público de segurança do município à elucidação de crimes e também na prevenção de ocorrências de delitos”, conclui o Coronel João Alberto.