Secretaria de Educação suspende as aulas da Emef Henrique Scabello, no Jardim das Hortências

Por medida de segurança, a unidade escolar foi fechada, devendo permanecer assim por até 7 dias, conforme previsto na legislação em vigor

34
Em cumprimento ao decreto municipal em vigor e para preservar a segurança do ambiente escolar, a Secretaria Municipal de Educação suspendeu nesta terça-feira (27) as atividades presenciais na Emef Henrique Scabello, no Jardim das Hortências. Na semana passada, duas creches tiveram as aulas suspensas depois que funcionários testaram positivo para Covid-19.
Após aplicação de testes de Covid-19 nos alunos, dois testes apresentaram resultado positivo IGM/IGG, indicando que eles já tiveram contato com o vírus, o organismo produziu anticorpos, mas não estão mais transmitindo doença. No entanto, por medida de segurança, a unidade escolar foi fechada, devendo permanecer assim por até 7 dias, conforme previsto na legislação em vigor.
Por iniciativa da Secretaria Municipal de Educação, com apoio da Secretaria da Saúde, todos os funcionários da rede, incluindo os terceirizados, já foram testados. De um total de 2.829 funcionários, 1.577 já foram testados, com 55 casos positivos, sendo 42 IGG (que já tiveram a doença, mas não estão mais transmitindo) e 13 IGM (que estão com a doença há 7 dias e precisam de reavaliação). Neste caso, o número de positivados em possível período de transmissão é equivalente é a 0,82% do total de amostras, uma porcentagem muito inferior à média de casos positivados a partir das testagens realizadas pelos serviços de saúde em geral do município. Nas últimas 24 horas, o índice de positivados é de 13% das amostras.
Ontem, segunda-feira, dando continuidade ao monitoramento que vem sendo feito para garantir a retomada segura das aulas presenciais, começaram a testagem dos alunos com idade a partir dos 6 anos nas unidades do município
A Secretaria Municipal de Educação reforça, mais uma vez, que vai continuar monitorando a comunidade escolar com testes e manutenção de todos os cuidados sanitários necessários. Essas ações cotidianas estão se mostrando eficazes no controle da transmissão do vírus. O objetivo é garantir o direito à educação dos alunos, em especial os que estão em situação de maior vulnerabilidade em decorrência da pandemia da COVID-19.