Rejeição a Lula é menor que a de Bolsonaro, Doria, Moro, Ciro e Mandetta

Rejeição a Lula é de 44,5%, enquanto seu potencial de votos alcança 52,5%. Pesquisa CNT/MDA mostra que 61,8% não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum

44

A pesquisa CNT/MDA divulgada nessa segunda-feira (5) apurou que o potencial de votos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o maior entre os possíveis considerados no levantamento. Além disso, segundo a pesquisa, a taxa de rejeição de Lula é também a menor entre os nomes listados. De acordo com os números, 35,4% dizem que votariam no petista com certeza e 17,1% dizem que “poderiam votar” nele. Assim, o potencial de votos soma 52,5%. A rejeição a Lula alcançou 44,5%, entre os que responderam que não votariam nele para presidente de jeito nenhum. É a menor taxa de rejeição entre os seis nomes pesquisados.

Já quando se trata do atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido) tem a mais alta rejeição, uma vez que 61,8% dizem que não votariam nele de jeito nenhum, enquanto 22,8% disseram que votariam com certeza e 11,6%, talvez. Portanto, o potencial de votos soma 34,5%.

Eleitor não votaria de jeito nenhum em

  • Jair Bolsonaro (sem partido) – 61,8%
  • João Doria (PSDB) – 57,9%
  • Sergio Moro (sem partido) – 56,7%
  • Ciro Gomes (PDT) – 42,4%
  • Luiz Henrique Mandetta (DEM) – 51,5%
  • Lula (PT) – 44,5%

Depois de Bolsonaro, o candidato mais rejeitado é o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 57,9% dizendo que não votariam nele de jeito nenhum, enquanto seu potencial traz 1,5% cravando votar nele com certeza e 16,5% não descartando a possibilidade.

Potencial de votos

Candidato Voto com certeza Talvez vote
Lula 35,4% 17,1%
Bolsonaro 22,18% 11,6%
Ciro Gomes 4,3% 26,2%
João Doria 1,5% 16,5%
Sergio Moro 4,4% 24,7%
Luiz Herique Mandeta 1,2% 13,3%

Fonte: CNT/MDA | julho/2021

Quando o candidato é Sérgio Moro, 4,4% dizem que votariam nele com certeza, 24,7% acham que poderiam votar nele. Porém, 56,7% respondem que não votariam nele de jeito nenhum. Se o nome é o de Ciro Gomes, 4,3% dizem que votariam com certeza e 26,2%, que poderiam votar, mas 52,4% responderam que não votariam em Ciro para presidente de jeito nenhum. Já o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta teria hoje a certeza de votos de 1,2% e outros 13,3% de possibilidade. Por outro lado, o nome de Mandetta é rejeitado por 51,5%.