Rap e Funk encerram os shows de aniversário de Araraquara neste domingo (29)

Os convidados desse domingo são: Matte Pereira, Pedankh, MC Goes, Cau Colt, Ptwo Packer, Ras Kemet e Conceito Negro

76

O rap e o funk dão ritmo aos shows musicais da comemoração do aniversário de Araraquara neste domingo, 29 de agosto, quando será realizado o último show que celebra os 204 anos da cidade. As apresentações gratuitas com artistas da cidade vêm sendo realizadas pela Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, no canal da Prefeitura de Araraquara no YouTube e Facebook.

Os convidados desse domingo são: Matte Pereira, Pedankh, MC Goes, Cau Colt, Ptwo Packer, Ras Kemet e Conceito Negro. Os shows têm início às 19 horas. A programação, que se iniciou no último dia 21 com a Seresta A Caminho do Sol, trouxe uma programação centrada nas apresentações de artistas da cidade.

Vale lembrar que, neste domingo também, terá início o projeto Bento Aberta em que um trecho da Avenida Bento de Abreu terá trânsito desviado para que as pessoas, seguindo medidas de segurança sanitária, possam ocupar este espaço para atividades individuais e familiares, esportivas ou de lazer. O conceito da iniciativa visa uma proposta parecida com a que ocorre na Avenida Paulista, em São Paulo.

Toda a programação é gratuita.

Conheça mais os convidados dos shows de domingo:

Matte Pereira – Mateus Pereira Oliveira de Souza, ou Matte Pereira, traz a diversificação do mundo do Trap – que vem crescendo no Brasil – para sua apresentação. O artista usa como referências grandes nomes da música internacional, como: Michael Jackson, Chris Brow, Travis Scott, Roddy Ricch – entre outros. Em suas músicas traz uma melodia que agrada seu público e agita seus shows. Já se apresentou em TV, além de ter sido o primeiro artista de Trap a se apresentar na Facira. Atualmente, Matte Pereira ultrapassa a barreira das 170 mil visualizações no YouTube, com suas músicas e clipes.

Pedankh – Pedankh é o nome artístico de Pedro Henrique, 25 anos, morador da Vila Santana, na zona oeste de Araraquara. Iniciou sua carreira artística no Rap influenciado pelo seu pai, com quem aprendeu a ouvir o gênero e, também foi o combustível para dar início ao seu primeiro álbum intitulado “Vivências em Linhas” (2018). Unindo seus sentimentos e trancado no seu quarto durante seis meses, Pedankh deu vida ao “Vivências em Linhas” e, desde então, fez diversas apresentações em circuitos culturais como as batalhas de rima BoomBattle, Batalha do Coreto, Batalha da Fonte e também fez um pocket show na 3ª Feira e Festa Cultural Kilombô, em Araraquara. O artista vem lançando videoclipes, EPs e também novas parcerias.

MC Góes – MC Góes é cantor de funk e, aos 20 anos, traz em suas letras muita diversidade para o estilo musical, com consciência no que escreve. Vem há quatro anos tentando revolucionar o funk na cidade.

Cau Colt – Cau Colt estreou no rap com o EP “Entrando no Jogo” e, depois disso, lançou alguns singles mostrando cada sua capacidade de rimas e flows, como: “Abracadabra”, “Ela Pira”, “Morena” e “Minha Luta”. Na busca da melhora e da expansão de sua mensagem, o MC tem muito a demonstrar com suas músicas.

Ptwo Packer – Nascido e criado no Parque das Laranjeiras, na região do Jardim Universal, na zona Oeste de Araraquara, Ptwo Packer usa o poder do microfone para passar um papo de visão e uma mensagem que agrega valor para quem consome seu trabalho. Apaixonado pela cultura Hip Hop, o artista usa mensagens e lições que o livraram “de várias armadilhas da vida real”, como forma de retribuir tudo o que o rap já lhe proporcionou. “Além da realização de um sonho é um compromisso com a minha quebrada poder passar um papo de visão para juventude da Zona Oeste. A intenção é abrir os olhos sobre as consequências da vida no crime, principalmente no momento atual que vivemos!”, aponta Ptwo Packer.

Ras Kemet – Ras Kemet ou Kemet Beats é o nome artístico de Vinicius Floriano Gonçalves, residente da Vila Santana, também da zona Oeste de Araraquara. Nascido nos anos 90, Ras kemet mantém o contato com as culturas periféricas, em especial o samba e o rap/Hip Hop, “herança” de sua família. O artista, que também é produtor musical, realiza trabalho voluntário em instituições, ministra aulas de musicalidade africana, é empreendedor e

Conceito Negro – O grupo Conceito negro existe desde 1998 com vários trabalhos no movimento Hip Hop de Araraquara, sendo conhecido na cidade por todas as pessoas ligadas à cultura Hip Hop. Militou por vários anos na cultura hip-hop da cidade, participando de projetos como encontros regionais e levando o gênero para os bairros da cidade.

SERVIÇO:

Shows musicais – Aniversário da Cidade (Araraquara 204 anos / programação cultural online)

Horário: 19h às 22 horas

Onde: Páginas do Youtube e Facebook da Prefeitura de Araraquara

Domingo (29 de agosto)

Matte Pereira

Pedankh

Mc Goes

Cau Colt

Ptwo Packer

Ras Kemet

Conceito Negro

Grátis