Quinta-feira (11) tem oficinas culturais no Festival Aldir Blanc

A programação das oficinas culturais no festival vem sendo realizada às quintas-feiras, às 15 horas

56

Nesta quinta-feira, 11 de fevereiro, t√™m continuidade as apresenta√ß√Ķes das oficinas culturais selecionadas para o Festival Aldir Blanc. As atra√ß√Ķes s√£o veiculadas pelo canal da Prefeitura de Araraquara no YouTube, a partir das 15 horas.

Ser√£o 20 oficinas destinadas a toda fam√≠lia: ‚ÄúCriar e contar‚ÄĚ, com Marcela Barbosa; ‚ÄúAquarela com Felipe‚ÄĚ, com Felipe Gon√ßalves; ‚ÄúPiano‚ÄĚ, com Paulo Henrique Melocro; ‚ÄúSombreando: um teatro de sombra na sua casa‚ÄĚ, com Eleonora Ducerisier; ‚ÄúTrabalho – A Estrutura do Ritmo‚ÄĚ, com Junior Karegato; ‚ÄúFotobordado: do Afeto √† Express√£o Atrav√©s do Bordado em Fotografia‚ÄĚ, de Fernanda de Cassia Ribeiro; ‚ÄúDe quando a Quadro ‚Äď introdu√ß√£o √† t√©cnica do Stop Montion‚ÄĚ, com Tiago Rosin; ‚ÄúNesta Noite Neste Mundo – Oficina de Sketchbooks e Di√°rios‚ÄĚ, de Liz Under; ‚ÄúBiscuit √© pop!‚ÄĚ, com Giovanni Sidorenko; ‚ÄúArte em couro‚ÄĚ, com Thai Lazaretto; ‚ÄúMaquiagem Drag Queen G√≥tica‚ÄĚ, com Poppy Corner; ‚ÄúDesenho Oriental‚ÄĚ, com Nicolas Apollo Santos; ‚ÄúConstruindo Instrumentos: O Xequere‚ÄĚ, com Luiza Pocciotti; ‚ÄúStreet Dance‚ÄĚ, com Marcio Aparecido Ruiz; ‚ÄúDesenho‚ÄĚ, com Marcio Adriano Orsin; ‚ÄúBonecas Abayomi‚ÄĚ, com Samantha Caetano; ‚ÄúEscrita Intuitiva‚ÄĚ, com Mariana Ruiz; ‚ÄúMalabarismos com aros (para crian√ßas)‚ÄĚ, com Daiane C√Ęmara de Almeida;¬† ‚ÄúM√°gica‚ÄĚ, com Felipe Label; e ‚ÄúGroove‚ÄĚ, com Cleiton Silva

A programação das oficinas culturais continua nos dias 18 e 25 de fevereiro também com a exibição de 20 vídeos diários, às 15 horas. Vale destacar que neste final de semana, de 12 a 14, haverá exibição de curtas-metragens selecionados, com os vídeos apresentados a partir das 20 horas.

A Lei Aldir Blanc disp√Ķe sobre a√ß√Ķes emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade p√ļblica decorrente da pandemia da Covid-19. Toda a programa√ß√£o do festival √© gratuita e vem sendo realizada com trabalhos selecionados por meio de edital.

A playlist do Festival Aldir Blanc pode ser acessada pelo link: https://youtube.com/playlist?list=PLzV8RZgN50BjUjYufWY3_P4OpHZA9utyJ.

Confira as oficinas culturais de quinta (11 de fevereiro):

‚ÄúCriar e contar‚ÄĚ, com Marcela Barbosa

A Oficina Criar e Contar apresenta uma possibilidade de contar hist√≥rias com bonecos mamulengos de simples confec√ß√£o. Ser√£o contadas as hist√≥rias pertinentes √†s conta√ß√Ķes de hist√≥rias, algumas dicas, exemplos liter√°rios, al√©m da hist√≥ria de origem do mamulengo. Ao final haver√° um conto popular contado para ilustrar a atividade. Com Marcela Barbosa, do GUTE – Grupo Urutau de Teatro Experimental.

‚ÄúAquarela com Felipe‚ÄĚ, com Felipe Gon√ßalves

Aquarela é uma técnica de pintura que, na Modernidade, se tornara bastante querida entre artistas e amadores. Hoje, pela praticidade que nos dá os lápis de cor aquareláveis, a Aquarela se consagrou uma forma de pintura bastante popular e acessível, sendo reproduzida em diversos meios, até mesmo em tatuagem ou grafite.

‚ÄúPiano‚ÄĚ, com Paulo Henrique Melocro

Paulo Henrique Melocro √© m√ļsico, pianista e educador musical h√° 20 anos. Pedagogo, graduado em M√ļsica pela UFSCar, especializado em Neuropsicopedagogia Cl√≠nica e Musicoterapia, atua na √°rea do neurodesenvolvimento atendendo crian√ßas e idosos com diferentes s√≠ndromes e transtornos. A m√ļsica sempre est√° presente em seus atendimentos que tem como principal objetivo a diversidade.

‚ÄúSombreando: um teatro de sombra na sua casa‚ÄĚ, com Eleonora Ducerisier

A t√©cnica milenar do teatro de sombras √© apresentada de forma din√Ęmica e muito divertida nessa oficina aberta para todo o p√ļblico, e ministrada por Eleonora Ducerisier. Propondo a cria√ß√£o de um miniteatro de sombras com materiais comuns e dispon√≠veis, ‚ÄúSombreando‚ÄĚ convida para que o p√ļblico vivencie essa experi√™ncia art√≠stica, de forma a inovar, mas tamb√©m preservar essa t√©cnica atrav√©s de sua atualiza√ß√£o pelas pr√≥ximas gera√ß√Ķes. Brincando com a ideia da magia das imagens criadas a partir da luz criando recortes em corpos s√≥lidos, a oficina aproveita para trazer magia para a edi√ß√£o, tornando as instru√ß√Ķes brincadeiras divertidas.

‚ÄúTrabalho – A Estrutura do Ritmo‚ÄĚ, com Junior Karegato

A oficina pretende, de uma forma simples, proporcionar o conhecimento te√≥rico e pr√°tico de percuss√£o e elementos fundamentais da m√ļsica aos participantes. Junior Karegato √© percussionista, educador e pesquisador desde 2000, iniciou seu estudo musical na √°rea de percuss√£o popular no Conservat√≥rio Dram√°tico e Musical Dr. Carlos de Campos (Tatu√≠-SP) em 2004, com √™nfase em MPB e Jazz.

‚ÄúFotobordado: do Afeto √† Express√£o atrav√©s do Bordado em Fotografia‚ÄĚ, de Fernanda de Cassia Ribeiro

A arte do bordado existiu atrav√©s dos tempos, datando t√£o longe no passado quanto o s√©culo quinto antes de Cristo. E, apesar das suas origens centen√°rias, essa atividade manual atemporal tem sido reenergizada por artistas vision√°rios que ampliam os limites de seu significado primordial e t√©cnicas. Atrav√©s da rela√ß√£o afetiva com bordado, uma habilidade manual frequentemente ensinada por membros mais velhos da nossa fam√≠lia e comunidade, trata-se sobre as quest√Ķes dos afetos e sensibilidades no processo do bordado livre, utilizando-se de tr√™s tipos de ponto: o ponto reto, n√≥ franc√™s e ponto correntinha, sendo eles pontos de f√°cil compreens√£o e m√©dia complexidade de o participante executar.

‚ÄúDe quando a Quadro ‚Äď introdu√ß√£o √† t√©cnica do Stop Montion‚ÄĚ, com Tiago Rosin

Tiago Rosin, ator e editor de v√≠deo, realiza uma oficina para quem quer ter o primeiro contato com a t√©cnica do Stop Motion. Muito usada no cinema e publicidade, a t√©cnica consiste em animar quadros (ou fotos) criando a sensa√ß√£o de movimento. A oficina apresenta no√ß√Ķes b√°sicas para quem quer conhecer a t√©cnica, assim como prop√Ķe a realiza√ß√£o de experimentos e que o p√ļblico crie suas pr√≥prias anima√ß√Ķes em casa com o aux√≠lio apenas de um smartphone. Adequada para todas as idades, a oficina √© apresentada de forma muito acess√≠vel, possibilitando que artistas, apaixonados por anima√ß√£o ou curiosos incorporem anima√ß√Ķes Stop Motion em seus projetos e realiza√ß√Ķes. ‚ÄúAbsolutamente qualquer objeto pode ser animado, e o resultado √© sempre t√£o m√°gico, t√£o interessante, que qualquer pessoa, inclusive adultos, acaba se encantando‚ÄĚ, relata o oficineiro.

‚ÄúNesta Noite, Neste Mundo – Oficina de Sketchbooks e Di√°rios‚ÄĚ, de Liz Under

‚ÄúNesta Noite, Neste Mundo‚ÄĚ √© uma v√≠deo-oficina de confec√ß√£o de di√°rios e sketchbooks (livro de esbo√ßos, traduzido ao p√© da letra) que trabalha desde a confec√ß√£o do miolo, a colagem da lombada, at√© sua capa, e solu√ß√Ķes para a cria√ß√£o de feixes e trancas t√≠picos de di√°rios e que tamb√©m podem ser encontrados em alguns sketchbooks. O nome que a oficina recebe faz alus√£o √† obra da escritora argentina Alejandra Pizarnik (1936- 1972), ‚ÄĚEn Esta Noche, En Este Mundo‚ÄĚ. A oficina visa tamb√©m apresentar brevemente a obra de Alejandra, com foco em seus di√°rios, no intuito de mostrar uma grande refer√™ncia deste h√°bito t√£o antigo: o de registrar os sentidos, as imagens e as reflex√Ķes atrav√©s da palavra ou da linguagem visual.

‚ÄúBiscuit √© pop!‚ÄĚ, com Giovanni Sidorenko

‚ÄúBiscuit √© pop!‚ÄĚ apresenta um v√≠deo para demonstrar a introdu√ß√£o √† t√©cnica do Biscuit, mostrando como manipul√°-lo, as ferramentas para moldar, os tipos de tinta, pincel, al√©m de dicas e curiosidades.

‚ÄúArte em couro‚ÄĚ, com Thai Lazaretto

A oficina realiza uma demonstra√ß√£o r√°pida e simplificada do que se trata ‚Äúartesanato em couro leg√≠timo‚ÄĚ e a conclus√£o de um projeto em andamento para melhor entendimento do processo manual de costura.

‚ÄúMaquiagem Drag Queen G√≥tica‚ÄĚ, com Poppy Corner

O passo a passo de uma produ√ß√£o da arte drag queen, feita por Poppy Corner (Gabriel Moraes), focada em efeitos de terror/horror, com poucos produtos. Poppy apresenta de forma pr√°tica seu √ļltimo trabalho de ‚Äúmonta√ß√£o‚ÄĚ, recheado de refer√™ncias do terror cl√°ssico cinematogr√°fico.

‚ÄúDesenho Oriental‚ÄĚ, com Nicolas Apollo Santos

Nicolas é artesão, videomaker, tatuador e desenhista. Nesta oficina, Nicolas apresenta dicas de como reproduzir um desenho utilizando técnicas de desenho com lápis, canetas e aquarelado.

‚ÄúConstruindo Instrumentos: O Xequer√™‚ÄĚ, com Luiza Pocciotti

Em aproximadamente 15 minutos a oficina prop√Ķe uma constru√ß√£o de instrumento a partir de uma caba√ßa, linha e mi√ßangas. A proposta √© unir pais e filhos num momento de artesanato e de educa√ß√£o musical.

‚ÄúStreet Dance‚ÄĚ, com Marcio Ruiz

Mesclando movimentos coordenados e harmoniosos, o Street Dance (Dança de Rua) é uma atividade que teve sua origem nos guetos americanos na década de 30 e ganhou notoriedade com a explosão do movimento funk, principalmente graças às danças do cantor James Brown.

‚ÄúDesenho‚ÄĚ, com Marcio Adriano Orsin

Desenhista e publicitário, Marcio desenha desde criança, sendo um grande fã de Maurício de Souza, de desenhos animados e quadrinhos. Autodidata, cursou Artes na Bauhaus, em Ribeirão Preto, e trabalhou como designer da Lupo durante 20 anos, além de ter sido chargista do jornal A Tribuna Impressa.

‚ÄúBonecas Abayomi‚ÄĚ, com Samantha Caetano

A oficina ensina como se faz a boneca Abayomi e o que ela representa. As bonecas foram criadas e confeccionadas pela artista de São Luís do Maranhão, Lena Martins, educadora popular e militante do Movimento de Mulheres Negras.

‚ÄúEscrita Intuitiva‚ÄĚ, com Mariana Ruiz

Atrav√©s do percurso comunicativo, a poeta e facilitadora Mariana Ruiz leva ao caminho do inconsciente, onde se encontram preciosos saberes a serem observados, anotados e compartilhados quando necess√°rio. ‚ÄúEscrita Intuitiva‚ÄĚ (de dentro para fora e de fora para dentro) com o momento atual em que estamos nos adaptando a um novo viver, nos faz parar e refletir sobre o que nos move – seja externa ou internamente.

‚ÄúMalabarismos com aros (para crian√ßas)‚ÄĚ, com Daiane C√Ęmara de Almeida

A oficina, em formato de vídeo, é realizada em duas partes complementares. Na primeira, a instrutora Tia Banana aborda a confecção manual de aros com material reciclável e coisas que geralmente encontramos em casa; e na segunda as técnicas de manipulação do objeto confeccionado para praticar malabarismos. A atividade pode ser feita em casa, na escola, solo, em duplas, grupos, e é um ótimo exercício para treino de habilidades motoras e socialização das crianças.

‚ÄúM√°gica‚ÄĚ, com Felipe Label

A oficina proporciona a experi√™ncia de produzir um acontecimento imposs√≠vel! Ser√£o abordados, de forma l√ļdica, os princ√≠pios b√°sicos da m√°gica e a produ√ß√£o de efeitos m√°gicos, utilizando objetos caseiros. Posteriormente, atrav√©s de t√©cnicas teatrais, vivenciaremos o processo criativo para apresenta√ß√£o dos n√ļmeros. Um momento recheado de divers√£o, criatividade e, claro, muita m√°gica!

‚ÄúGroove‚ÄĚ, com Cleiton Silva

O projeto ‚ÄúOficina de Groove‚ÄĚ visa oportunizar pr√°ticas musicais para todos da comunidade, desmistificando as dificuldades de se tocar um instrumento. Bateria √© um conjunto de instrumentos de percuss√£o que foram acoplados para possibilitar a execu√ß√£o por um s√≥ m√ļsico. Embora os instrumentos de percuss√£o sejam muito antigos, datando da Antiguidade, a bateria, em seu formato acoplado, data do final do s√©culo XIX, desperta as habilidades musicais, sentimento de realiza√ß√£o e o fazer musical dos alunos de forma eficaz.