Pronto-Socorro do Melhado e hospital de campanha terão ampliação de capacidade de leitos para Covid-19

Prefeitura trabalha para abrir mais 10 leitos de UTI no Hospital da Solidariedade e mais 20 de enfermaria no Melhado

53

O prefeito Edinho vistoriou nesse sábado (6) a unidade de estabilização do Melhado (antigo Pronto-Socorro do Melhado) e o Hospital da Solidariedade, o hospital de campanha para enfrentamento da Covid-19. Nos dois locais, foram verificadas as adequações necessárias para a ampliação de leitos para atendimento de pacientes.

O Município está trabalhando para abrir mais 10 leitos de UTI no hospital de campanha e mais 20 leitos de enfermaria no Melhado, totalizando 30 leitos a mais para os pacientes infectados pelo coronavírus.

Também haverá ampliação da produção de oxigênio no hospital de campanha e contratações de mais profissionais da área médica para reforçar as equipes.

“Vamos ampliar a produção de oxigênio aqui no hospital de campanha, podendo receber mais pacientes. Também vamos contratar mais equipes para aumentar a capacidade de internações no Pronto-Socorro do Melhado. A Prefeitura está trabalhando para que não falte assistência médica”, declarou Edinho.

“Mas faço um apelo novamente: precisamos fazer com que a contaminação diminua. E só tem uma forma: evitar aglomerações e não aumentar o risco de uma pessoa passar a doença para a outra. Mesmo não tendo sintomas, ela pode estar carregando o vírus”, lembrou o prefeito.

As secretárias Eliana Honain (Saúde) e Juliana Agatte (Governo, Planejamento e Finanças), a diretora-executiva da Fungota, Lúcia Ortiz, e o coordenador de Gestão da Secretaria de Saúde, Delorges Mano, também acompanharam as visitas.