Projeto Cronólogos Musicais

Além de um repertório bem diversificado, são apresentadas informações sobre a origem e desenvolvimento dos instrumentos e gêneros musicais

23

Se você gosta de conhecer histórias de outros tempos e lugares, e ouvir

músicas dos mais variados estilos, não perca as apresentações online do

projeto Cronólogos Musicais.

A partir de um trabalho de pesquisa realizada pelo músico e produtor

cultural Leandro Malazarte, dados coletados de livros, documentários e

artigos científicos, são transformados em apresentações musicais, onde

cada uma aborda um tema específico de maneira descontraída e

descomplicada. Além de um repertório bem diversificado, são apresentadas

informações sobre a origem e desenvolvimento dos instrumentos e gêneros

musicais, assim como histórias e causos em torno de músicos e

compositores de diversas épocas e regiões do mundo.

Uma dessas apresentações consiste na origem do Cavaquinho, instrumento

esse, tão intrinsecamente ligado a cultura brasileira, principalmente por

conta das manifestações culturais do samba e do choro. O que poucos

sabem, é que o Cavaquinho surgiu na cidade de Braga, em Portugal, e que

através das navegações portuguesas foi levado a outras regiões do mundo,

como Cabo Verde, Indonésia, Havaí e Madeira, aonde se desenvolveu e

criou uma identidade cultural própria para cada localidade.

As outras duas apresentações vão proporcionar essa mesma ideia de viagem pelo “espaço/tempo”, sendo uma sobre a difusão do Bandolim pelo mundo e outra sobre o desenvolvimento da Música Instrumental Brasileira,

partindo do início do século XIX até os dias de hoje. Junto neste passeio,

Leandro Malazarte tem como convidados os músicos Eduardo Barsotti e

Rodrigo Sperandio, ambos rio clarenses com carreiras musicais

consolidadas.

Toda essa produção está sendo realizada com recursos provenientes da Lei

Emergencial Aldir Blanc No 14.017 por meio do edital do ProAC Expresso

LAB N° 39/2020 “Produção e Temporada de Espetáculo de Música com

Apresentação Online” publicado pela Secretaria de Cultura e Economia

Criativa do Estado de São Paulo.

Serão realizadas 6 apresentações virtuais nas redes sociais do músico, todas

com início às 20h.

 

As apresentações:

Cronologia Instrumental

Dia 7 de abril pelo Facebook

Dia 23 de abril pelo YouTube

O Bandolim Multicultural

Dia 8 de abril pelo Facebook

Dia 24 de abril pelo YouTube

Cavaquinho – De Braga ao Mundo

Dia 9 de abril pelo Facebook

Dia 25 de abril pelo YouTube

Para mais informações acesse o site www.leandro-malazarte.mozello.com,

@le.malazarte (Instagram) ou @leandromalazarteoficial (Facebook).

 

Leandro Malazarte

Atua no mercado artístico como músico, educador, compositor, produtor,

técnico de som, luz e vídeo, em estúdios de gravação, emissora de TV e

espetáculos ao vivo. Prestou serviços em programas culturais do SESC,

SESI, APAA e em shows de artistas renomados. Trabalhou na Secretaria da

Cultura de Rio Claro, colaborando na realização de eventos culturais pela

cidade.

É contrabaixista formado pelo Conservatório Dramático de Tatuí e

licenciado em música pelo Centro Universitário Claretiano. Em 2019,

participou do Festival da Canção Brasileira do SESI, junto com o cantor e

compositor Gil de Abrel (CE), com a canção “Por Onde Eu Andei”. Em

2020, suas composições “Não Era Conversa” e “Temer Jamais” foram

selecionadas em festivais da canção, tais como o Festival de Música de

Santa Fé de Goiás (GO), Festival da Canção de Porto Ferreira (SP) e

Festival de Música On Line de Jeremoabo (BA). No mesmo ano, participou

do concurso estadual de viola caipira Revelando São Paulo, realizado pela

APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte).

É idealizador e produtor do FEMO (Festival de Música Online do Interior

de SP), ação esta que visa apoiar e difundir trabalhos musicais autorais de

artistas e grupos do interior paulista.

Também é idealizador do projeto Cronólogos Musicais, que se trata de uma

série de apresentações didáticas sobre instrumentos e gêneros musicais do

Brasil e do mundo.