Programa PotencializEE pretende ampliar a eficiência energética na indústria

Proposta é desenvolver projetos que viabilizem medidas de economia com suporte técnico e crédito acessível

29

Uma parceria entre Brasil e Alemanha promete incentivar a eficiência energética. O Programa PotencializEE foi idealizado pelo Ministério de Minas e Energia em parceria com a agência alemã de Cooperação Internacional e o Senai, com apoio do Fiesp, Ciesp e Sesi-SP, e é destinado a apoiar pequenas e médias indústrias na implantação de soluções que proporcionem consumo mais racional de energia e menos utilização de combustíveis fósseis.

Um dos objetivos do programa é oferecer suporte técnico e crédito acessível para que as empresas possam desenvolver ações de eficiência energética, ou seja, reduzam os custos com consumo elétrico e passem a usar outros tipos de recursos energéticos, aliviando a cadeia produtiva nacional, e consequentemente, diminuindo gastos. Inicialmente, serão disponibilizados R$ 110 milhões em recursos, que mobilizarão cerca de R$ 500 milhões para o financiamento de projetos em prol da competitividade da indústria.

Para Ademir Ramos, diretor-titular do Ciesp – Regional Araraquara, o programa foi estruturado em um momento oportuno e sua relevância no desenvolvimento de uma melhor eficiência energética pode beneficiar empresas da região. “Quando colocamos em pauta esse tema para a indústria, estamos contribuindo não só para melhorar a competitividade do setor, mas também para baratear custos, proteger o meio ambiente, gerar empregos e fomentar o uso de fontes de energias renováveis”, explica.

Como funciona o PotencializEE

As empresas de pequeno e médio porte (PMEs – com menos de 499 funcionários) do estado de São Paulo interessadas em participar devem se inscrever no site do PotencializEE para a realização de um pré-diagnóstico gratuito. Se for identificado potencial significativo de economia de energia, o passo seguinte é a contratação de um estudo mais profundo, subsidiado pelo programa, para a elaboração de um projeto de eficiência energética e, finalmente, sua implantação. Todo esse processo será conduzido por consultores do Senai especialmente capacitados para esse desafio.

A partir da definição dos custos, a indústria tem a opção de utilizar os mecanismos de financiamentos para aquisição de tecnologias e execução do projeto. Para saber mais sobre o PotencializEE, acesse programa-potencializee.com.br.