Programa Filhos do Sol é lançado oficialmente pela Prefeitura

Serão 50 adolescentes e jovens em extrema vulnerabilidade social atendidos nesta primeira fase do programa

15

A Prefeitura lançou na quinta-feira (12), em evento no Centro Internacional de Convenção, o Filhos do Sol (Programa Municipal de Transferência de Renda, Oferta de Ações Socioeducativas, Qualificação Profissional e Vivência no Mundo do Trabalho a Adolescentes e Jovens em Situação de Extremo Risco Pessoal e Social).

Executado e gerido pelas secretarias de Assistência e Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e Participação Popular, o programa visa garantir o direito à renda mínima e a inclusão a adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos de idade e que se encontrem em situação de extremo risco pessoal e social. Serão 50 pessoas beneficiadas nesta primeira etapa do programa.

A concepção do Filhos do Sol ocorreu em articulação da Prefeitura com a Vara da Infância e Juventude e do Idoso da Comarca de Araraquara, o Ministério Público do Estado de São Paulo, a Defensoria Pública e a Câmara Municipal.

Para a inserção no programa, além de apresentarem condições de extremo risco, os adolescentes e jovens deverão aceitar o retorno à educação formal, quando não concluída, bem como consentirem na inclusão nas ações ofertadas pelo programa e no plano de acompanhamento pactuado com os serviços que deram origem ao encaminhamento.

Os beneficiários serão inseridos no programa a partir de indicação dos serviços de proteção social básica ou especial da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social ou dos serviços conduzidos pela Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, além da validação pelo Comitê Municipal “Filhos do Sol”.

O repasse dos recursos financeiros será efetuado por cartão bancário. Os beneficiários ainda receberão cartões de vale-transporte para participarem das ações ofertadas pelo programa. Por atender adolescentes e jovens que estão fora da escola, o Filhos de Sol irá abranger pessoas que não estão incluídas pelo Jovem Cidadão, outro programa social da Prefeitura para a juventude.

Oportunidade
Para o prefeito Edinho, o Filhos do Sol é um programa arrojado e que preenche uma lacuna nas políticas públicas. “Nós já tínhamos outros programas sociais para a juventude, inclusive o Jovem Cidadão, que oferece bolsa e estágio no serviço público a quem está matriculado na escola. Mas precisávamos de um programa que dialogasse com o jovem que tem dificuldade de permanecer na escola, que está quase desistindo da educação e do mercado de trabalho”, explicou.

“O Filhos do Sol é um programa muito arrojado. Todo mundo na vida precisa de oportunidades. Eu quero uma Araraquara em que a oportunidade seja para todos. Quando o Sol for para todos, Araraquara será realmente uma cidade justa, humana e solidária”, complementou Edinho.

A secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Jacqueline Barbosa, destacou a importância do programa para a juventude e deu as boas-vindas aos beneficiários. “Aproveitem. Contem conosco. A caminhada não vai ser fácil, mas a gente vai caminhar juntos”, declarou.

Para Amanda Vizoná, secretária de Direitos Humanos e Participação Popular, o Filhos do Sol irá significar uma mudança de vida aos participantes. “Agarrem essa oportunidade. Nós estaremos aqui para ajudar vocês a olharem para o futuro.”

A assessora de Políticas para a Juventude, Steyce Chaves, fez uma fala motivacional para os jovens. “A minha mãe escutou, em vários espaços, que filha de faxineira não iria ter oportunidade na vida. Hoje, esse projeto mostra que vocês podem ser o que quiserem”, disse.

Representando a Câmara Municipal, a vereadora Fabi Virgílio (PT) também incentivou os jovens a agarrarem a oportunidade. “Com resistência e resiliência, vocês vão para o pódio”, declarou.

Vinícius Silva de Oliveira, que participou do Jovem Cidadão, falou no evento para os beneficiários do programa. “Se vocês aproveitarem essa oportunidade, irão conseguir crescer na vida, ter uma profissão, aprender coisas novas, ter um encaminhamento.”

Joice Mendes, de 21 anos, é uma das participantes do Filhos do Sol e destacou a alegria de integrar o programa. “Fazer o curso, para mim, vai ser muito importante. Vai me ajudar muito, porque vou poder ser o que eu quero”, disse. “É uma oportunidade para os jovens que vêm de lugares que não possuem muitas condições”, opinou Vitor Manoel, de 14 anos.

Parcerias
O evento ainda contou com três depoimentos em vídeo enviados por autoridades que contribuíram para a construção do programa, mas não puderam participar presencialmente.

“Quero deixar meu agradecimento à Câmara Municipal e ao Poder Executivo, por meio das secretarias de Assistência Social e Direitos Humanos, que trouxeram para Araraquara o programa Filhos do Sol. Certamente será um enorme avanço na área social”, afirmou o juiz Marco Aurélio Bortolin, da Vara da Infância, Juventude e Idoso de Araraquara.

“Cumprimento a Prefeitura pela implantação do Filhos do Sol. Será um marco na promoção dos direitos fundamentais. Em especial, da cidadania dos nossos jovens. Araraquara ganha muito com a implantação desse programa. Parabéns a todos que se empenharam para que o programa se tornasse realidade”, declarou a promotora de Justiça Noemi Corrêa, do Ministério Público do Estado de São Paulo.

“Fico feliz de saber que em Araraquara temos políticos e pessoas preocupadas com a juventude excluída, marginalizada. O Filhos do Sol é uma janela de oportunidades. A juventude precisa de pessoas que acreditem nela”, disse a defensora pública Mariana Carvalho Nogueira.

Também participaram do evento a vereadora Filipa Brunelli (PT) e os vereadores Paulo Landim (PT), Guilherme Bianco (PCdoB) e Edson Hel (Cidadania); a deputada estadual Márcia Lia (PT); o chefe de gabinete, Alan Silva; as secretárias Juliana Agatte (Governo, Planejamento e Finanças) e Teresa Telarolli (Cultura); os coordenadores Fernando Pachiega (Assistência Social) e Renato Ribeiro (Direitos Humanos); a gerente de Vigilância Socioassistencial e Cadastro Único, Celina Garrido; a gerente do programa Filhos do Sol, Giovana Carvalho; a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Clélia Cândido; a gestora do Creas Girassóis e vice-presidente do Comcriar (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), Mônica Favoreto da Silva; Denise Trevisan, do Conselho Tutelar 1, e Márcia Ferreira, do Conselho Tutelar 2; e Victor Hugo dos Santos, o Vitão The Dancer, que realizou apresentação cultural; entre outros coordenadores e gestores municipais.