Profissionais da saúde que não foram vacinados serão convocados a partir de 20 de junho

Vereador Rafael de Angeli (PSDB) questionou a não vacinação de mais de 400 profissionais

48

No dia 12 de maio, o vereador e primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Araraquara, Rafael de Angeli (PSDB), encaminhou à Prefeitura o Requerimento nº 415/2021, após receber em seu gabinete a informação de que mais de 400 profissionais da saúde não estavam conseguindo ser vacinados.

“Os idosos institucionalizados e os profissionais da linha de frente da saúde, que atuam nas unidades de urgência e emergência, unidades básicas e unidades de atendimento especializado, foram os primeiros a serem vacinados, e novos grupos entraram no calendário conforme a chegada das doses”, observou o parlamentar no documento. “A vacinação desses profissionais era prevista e agendada, e não poderia deixar de ocorrer regularmente”, acrescentou.

Angeli questionou se haveria um número de profissionais da área da saúde que ainda estariam aguardando a aplicação da vacina e pedia informações sobre os motivos pelos quais eles ainda não estariam vacinados e qual seria a previsão para a aplicação da vacina nesses profissionais, se fosse o caso.

Em resposta, o coordenador executivo de Vigilância em Saúde, Rodrigo Ramos, e a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Graziela Alves, informaram que Araraquara recebeu o quantitativo de 10.060 doses de vacina para o público de profissionais da saúde, sendo que estas foram enviadas pelo Governo do Estado de São Paulo, através da Gerência de Vigilância Epidemiológica (GVE), no período de 20 de janeiro a 2 de fevereiro de 2021.

“Segundo levantamento realizado pelo Governo supracitado, este quantitativo seria destinado a 9.700 profissionais, número estimado através de Campanha Nacional contra Influenza do ano de 2020. A partir do mês de março a abril de 2021, buscamos através de doses remanescentes (doses de xepas) vacinar profissionais que não conseguiram se imunizar nos meses anteriormente citados, com objetivo de nos aproximarmos do número real de profissionais do nosso município, sendo contemplados mais de 1.184 profissionais”, explicam.

“Desde o mês de março de 2020, a secretária municipal da Saúde vinha pleiteando o recebimento de mais 2.000 doses de vacina para os profissionais de saúde de Araraquara, porém ressaltamos que recebemos mais 1.340 doses de vacina contra Covid-19, no dia 3 de maio de 2021, como grade complementar de profissionais de saúde (área hospitalar, atenção básica e de urgências, e estudantes em estágio presencial da área da saúde), representando 61% do número total solicitado. Até o presente momento foram vacinados, com esse quantitativo, mais 776 pessoas deste público”, completam.

Eles lembram que há cerca de 564 doses disponíveis para esse público em estoque. A previsão é vacinar o maior número dos profissionais de saúde, que por diversos motivos ainda não tenham conseguido se vacinar anteriormente. Destes, 160 são trabalhadores da área hospitalar que necessitam de priorização na vacinação, restando, portanto, 404 doses para os demais, que serão ofertadas aos profissionais de saúde que não possuem vínculo hospitalar, de acordo com a lista nominal que foi fornecida à Vigilância Epidemiológica. Esses profissionais serão chamados, gradativamente, a partir do próximo dia 20 de junho de 2021.