Profissionais da beleza comemoram a volta ao trabalho presencial

Depois de quase dois meses sem poder atender presencialmente, sal√Ķes de beleza voltam a agendar clientes com anteced√™ncia

97

José Augusto Chrispim

Os profissionais da √°rea da beleza de Araraquara t√™m um motivo para comemorar neste in√≠cio de m√™s. Depois de quase dois meses sem poder atender presencialmente, os sal√Ķes de beleza e barbearias voltaram a funcionar com agendamento pr√©vio de um cliente por vez e respeitando os protocolos sanit√°rios previstos no decreto municipal.

Tanto os propriet√°rios de sal√Ķes de beleza como os profissionais aut√īnomos da categoria sofrem com a impossibilidade de trabalhar devido √†s restri√ß√Ķes impostas pela fase vermelha do Plano S√£o Paulo. Alguns sal√Ķes tiveram que fechar as portas por falta de condi√ß√Ķes de manter os custos, principalmente com os alugu√©is. Outros estabelecimentos tiveram que dispensar funcion√°rios para reduzir gastos.

Fase emergencial

Come√ßou a vigorar nessa segunda-feira (5) o decreto municipal n¬ļ 12.525, de 26 de mar√ßo de 2021, atendendo determina√ß√£o do governo do Estado de S√£o Paulo, que estendeu a fase emergencial em todos os munic√≠pios do Estado de S√£o Paulo at√© dia 11 de abril. O documento, que foi publicado nos Atos Oficiais do Munic√≠pio no √ļltimo dia 27 de mar√ßo, cria tamb√©m alguns ajustes nas normas e regras que estavam em vigor antes do feriado prolongado.

De acordo com as novas normas contidas no decreto, os sal√Ķes de beleza e barbearias foram liberados para atender presencialmente, mas permitido apenas um cliente por sala do estabelecimento e mediante agendamento.

Já o comércio em geral e lojas situadas nos shoppings centers, galerias e estabelecimentos congêneres, incluindo materiais de construção e estabelecimentos de higiene animal, poderão funcionar, das 5 às 20 horas, exclusivamente com entrega em domicílio (delivery), entrega em veículos (drive thru) e retirada na porta do estabelecimento (take away).

Voltando a atividade

Para a pod√≥loga Maria Zeni Almeida, a situa√ß√£o est√° muito dif√≠cil para a categoria, pois muitos de seus clientes possuem algum tipo de patologia que necessita de atendimentos preventivos. ‚ÄúFoi muito dif√≠cil ficar todo esse tempo sem atender meus clientes, pois eles precisam de manuten√ß√£o nos tratamentos e, mesmo com a possibilidade de atendimento residencial (home Care), fica mais complicado pela falta de estrutura e equipamentos que s√≥ podem ser utilizados no meu consult√≥rio. Meus rendimentos ca√≠ram cerca de 70% nos √ļltimos meses, mas as contas n√£o param de chegar. Espero que a cidade consiga manter a pandemia controlada daqui para frente para que consigamos sair da fase vermelha do Plano S√£o Paulo e voltemos a poder trabalhar normalmente, claro, respeitando os protocolos sanit√°rios para o nosso bem e para o bem de nossos clientes‚ÄĚ, resumiu a profissional que trabalha na √°rea h√° mais de 12 anos.

Situação difícil

A esteticista P√Ęmela Ant√īnio v√™ a paralisa√ß√£o das atividades com apreens√£o, mas espera que tudo volte ao normal em breve. ‚ÄúEst√° bem dif√≠cil, pois √© minha √ļnica fonte de renda. Trabalho desde 2013 na √°rea da est√©tica e nunca vivi e n√£o esperava viver uma √©poca t√£o dif√≠cil. √Č muito triste tanto politicamente, como psicologicamente e economicamente. Tenho esperan√ßa que tudo volte ao normal, pois j√° est√°vamos tomando todos os cuidados, seguindo os protocolos de atendimento e iremos continuar tomando todos os cuidados por nossos clientes e pela nossa seguran√ßa tamb√©m‚ÄĚ, resume.

‚ÄúParalisa√ß√£o foi necess√°ria‚ÄĚ

‚ÄúEst√° sendo muito dif√≠cil, financeiramente falando. Por√©m, sei que √© necess√°ria a paralisa√ß√£o para frear a contamina√ß√£o da Covid-19. A op√ß√£o de atendimento em domic√≠lio, que estava em vigor, n√£o √© o caminho. Dentro do sal√£o fazemos a higieniza√ß√£o de tudo entre um atendimento e outro, o que n√£o √© poss√≠vel quando se atende em domic√≠lio. Aproveitei o tempo de paralisa√ß√£o para fazer cursos de qualifica√ß√£o, para sempre trazer o melhor servi√ßo e atendimento para nossas clientes. Tem 12 anos que trabalho nesta √°rea e, essa, sem d√ļvida alguma, √© a pior fase que j√° vi. Inclusive no √Ęmbito pessoal tamb√©m, n√£o s√≥ profissional. Vamos atender com todo o carinho e cuidado que nossas clientes merecem. Esperamos que este retorno n√£o seja apenas por um curto per√≠odo de tempo. Estamos preparados e com saudades das nossas rotinas do sal√£o‚ÄĚ, ressalta o cabeleireiro Gabriel Marconato que aproveita para convidar seus clientes para voltarem a frequentar o sal√£o, que seguir√° √† risca todas as medidas sanit√°rias exigidas no decreto.