Procon-SP Ambiental inicia fiscalização em São Paulo

Primeira ação da força-tarefa composta por Procon-SP, Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e Polícia Militar Ambiental para combater venda de madeira ilegal começa amanhã

41
O Procon-SP Ambiental, iniciativa lançada na última quarta-feira pelo Governo do Estado para combater a venda de madeira ilegal e incentivar práticas de consumo sustentável, inicia amanhã (13) sua primeira fiscalização.

A ação de vistoria em comércios de venda de corte de madeira para verificar a procedência da matéria-prima será realizada pela força-tarefa formada por especialistas do Procon-SP, agentes da Polícia Militar Ambiental e da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente.

“Na reunião operacional que tivemos essa semana planejamos essa primeira grande operação que será realizada em regime de força-tarefa. As equipes de fiscalização do Procon-SP, que já atua em outras frentes, junto com as equipes da Polícia Ambiental, estão prontas para fiscalizar”, afirma o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez.

Participaram da reunião para definir estratégias de trabalho os coordenadores e dirigentes das instituições que integram o Procon-SP Ambiental.

“Será uma atuação integrada voltada ao meio ambiente, fazendo uma frente de combate ao desmatamento irregular e clandestino que acontece no comércio e no transporte. Sem dúvida a força do Procon-SP e a atividade da polícia trarão bons resultados ao Estado de São Paulo”, explica Coronel Motooka, comandante da Polícia Ambiental do Estado de São Paulo.

O Procon-SP disponibiliza um canal para denúncias em seu site https://www.procon.sp.gov.br/denuncia-ambiental/

As empresas que estiverem atuando de forma ilegal serão punidas com a ação do Procon-SP Ambiental “Essa madeira chega a São Paulo e é revendida em pontos de distribuição clandestinos ou segue para o Porto de Santos para ser embarcada para Europa, Estados Unidos… A Polícia Estadual Rodoviária irá fazer operações de interceptação dessas cargas e a Polícia Ambiental, a Secretaria do Meio Ambiente e o Procon-SP irão atuar apreendendo carga, multando e interditando estabelecimentos”, avisa Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

Outras ações em defesa do meio ambiente

Além do combate à oferta de madeira ilegal, o Procon-SP Ambiental atuará promovendo práticas de consumo consciente e defesa do meio ambiente.

Fornecedores serão incentivados a expandir os pontos de coleta de resíduos sólidos no município de São Paulo e a criar ações para estimular os consumidores a fazerem o descarte adequado desses resíduos.

Para as empresas que assinarem termos de compromisso e executarem as metas na integralidade – como expansão de pontos de coleta de produtos, incentivos ambientais ao consumidor e planos de comunicação para divulgação de ações de conscientização ambiental – será concedido o selo de compromisso ambiental.

Serão oferecidos ainda cursos e oficinas sobre política ambiental e consumo sustentável pela equipe da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor do Procon-SP. No site www.procon.sp.gov.br os interessados terão acesso a conteúdo sobre o tema. Assista a primeira aula sobre Política Ambiental e Consumo Sustentável, ministrada pelo professor Terence Trennepohl, doutor e mestre em direito ambiental aqui https://www.youtube.com/watch?v=USPlMfERIts

Também serão firmadas parcerias com organizações não governamentais para fomentar ações de consumo sustentável.