Presídios: Conexão Familiar supera 700 mil mensagens e 50 mil visitas virtuais

Nas 3 unidades prisionais de Araraquara, o projeto que permite envio de cartas por e-mail e videochamadas, alcançou mais de 4 mil visitas virtuais e cerca de 104 mil trocas de mensagens

109

Em funcionamento há pouco mais de um ano, o projeto “Conexão Familiar” tem ajudado a minimizar a distância entre familiares e reeducandos. Para se ter uma ideia, neste período, foram 746.900 mensagens trocadas em 14 unidades prisionais de Ribeirão Preto e região. Durante a suspensão da visitação presencial, o programa também permitiu a realização de videochamadas que, até o início de julho, contabilizaram 50.838 visitas virtuais.

O projeto teve início no final de junho de 2020 e permite que visitantes enviem mensagens eletrônicas por meio de um formulário disponível no site da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP). A resposta do parente preso é remetida no e-mail do visitante.

Numa segunda etapa, iniciada em 22 de julho do ano passado, a Pasta disponibilizou o agendamento de videochamadas por meio de um aplicativo. Em nível estadual, foram contabilizadas 10,7 milhões de mensagens trocadas e quase 600 mil visitas virtuais realizadas nos 179 estabelecimentos penais geridos pela SAP.

Nas três unidades prisionais de Araraquara, o projeto alcançou mais de 4 mil visitas virtuais e cerca de 104 mil trocas de mensagens.

RETOMADA GRADUAL

A terceira etapa do projeto consiste na retomada gradual e controlada das visitas presenciais. Sua implementação obedece a uma série de protocolos voltados à prevenção de contágio da Covid-19, protegendo a saúde dos servidores, colaboradores, visitantes e presos.

SERVIÇO

O Programa Conexão Familiar tem como meta diminuir os efeitos do isolamento com a manutenção dos laços familiares das pessoas privadas de liberdade. Para mais informações, acesse: http://www.sap.sp.gov.br/conexao-familiar.html