Prefeitura inicia Censo do Funcionalismo Público

Levantamento visa valorizar o funcionalismo público, apurar as necessidades de qualificação profissional e melhorar a qualidade de vida dos servidores

29

Teve início nessa segunda-feira, 16 de agosto, e segue até o dia 24 de setembro, o Censo do Funcionalismo Público Municipal 2021, que foi instituído para que a Prefeitura conheça melhor e valorize seus colaboradores, com a finalidade de aproveitar ao máximo suas competências para melhor servir a população da cidade.
O levantamento visa coletar informações para o diagnóstico do perfil dos funcionários, a ser utilizado como subsídio para constante aperfeiçoamento do plano de carreira, cargos e vencimentos. As informações também irão direcionar a criação de programas que melhorem a qualidade de vida dos servidores, oferecendo ainda uma política municipal de qualificação por meio da Escola de Governo, assim como também servirão para avaliar a necessidade de ampliação de quadro de servidores para aperfeiçoamento dos serviços públicos oferecidos.
Para a secretária Municipal de Governo, Planejamento e Finanças, Juliana Agatte, o Censo permite à Prefeitura traçar um perfil do funcionalismo público municipal. “Com isso, podemos implementar políticas de formação que respondam às necessidades da administração pública, aproveitando bem de toda potencialidade e formação dos servidores públicos municipais, já que eles poderão também contribuir em processos formativos de outros servidores, a partir da formação teórica que possuem e experiência profissional”, salienta.
Rafaela Modé, diretora geral da Escola de Governo, ressalta a importância da participação. “O Censo foi criado com várias finalidades, entre elas a busca pela melhoria da qualidade dos serviços públicos, mas também como uma forma de valorizar o servidor público e mapear ações que possam melhorar a sua atuação. Dentre os levantamentos que o Censo busca está o de conhecer quais as necessidades de qualificação profissional dos servidores, bem como saber quais servidores podem colaborar na Escola de Governo em seus cursos de formação como instrutores”, explica.
Realizado bienalmente, o censo foi instituído pelo Decreto nº 11.976, de 12 de junho de 2019. Vale destacar que a falta de participação injustificada no Censo do Funcionalismo Público Municipal, no período estipulado, constitui infração administrativa, na forma da Lei. Na edição de 2019, mais de 6 mil servidores começaram a preencher o censo no site da Prefeitura, sendo que 5.486 deles concluíram todas as respostas. Entre os assuntos abordados estavam a renda mensal, a escolaridade, estado civil, tempo de serviço público, deslocamento até o trabalho, participação em benefícios sociais, tipo de residência, número de filhos, adesão a planos de saúde e odontológico, entre outros.
O questionário do Censo do Funcionalismo Público Municipal pode ser acessado através do link:

https://sistema.araraquara.sp.gov.br/portal/questionario/
O Decreto que institui o Censo do Funcionalismo Público Municipal pode ser lido pelo link:
https://legislacaodigital.com.br/Araraquara-SP/DecretosMunicipais/11976/Arquivos/1