Prefeitura emite nota após morte de funcionária de escola de Araraquara

“Ninguém pode dizer que é a volta as aulas que gerou a positivação de alguém, nem seu agravamento e nem seu óbito”, diz trecho da nota

179

A Prefeitura de Araraquara se solidariza com a família da servidora pública municipal Queli Fernanda Geraldo Fernandes, de 45 anos, que faleceu de Covid-19 neste domingo. Infelizmente, a nossa cidade já registrou 393 óbitos desde o início da pandemia. São vítimas das mais diversas profissões e localidades da nossa cidade.

São 19.117 moradores de Araraquara contaminados desde o começo da pandemia, em diversas regiões e em todas as profissões. O que demonstra que Araraquara tem que continuar trabalhando incansavelmente para controlar a pandemia em nosso município.

A Prefeitura continuará testando a nossa população para localizar a doença e cuidar dos contaminados. Vamos continuar testando os servidores da educação, bem como os alunos que, por vulnerabilidade social e dificuldade de aprendizagem em casa, voltaram para as atividades escolares. Só assim manteremos todos os protocolos sanitários para que as atividades escolares ocorram de forma segura, como tem sido.

Mais uma vez, a Prefeitura de Araraquara manifesta sua solidariedade pelas perdas geradas pela Covid-19.

Dados da Educação

Do total de profissionais da educação testados, 1577, eram 13 IGM ou 0,82% do total dos testados. Menos de 1%. Ninguém pode dizer que é a volta as aulas que gerou a positivação de alguém, nem seu agravamento e nem seu óbito. Atribuir a volta as aulas o agravamento de algum casos de covid19 no município, no mínimo, é faltar com a verdade.