Prefeitura e Cooperativa Panelas Unidas assinam cessão de uso da Cozinha Solidária

Instalações poderão ser utilizadas pelas cooperadas na produção de alimentos; solenidade também entregou certificados de conclusão de cursos

38
A Prefeitura e a Cooperativa Panelas Unidas assinaram, em solenidade na noite de quinta-feira (5), a cessão de uso do espaço da Cozinha Solidária para a cooperativa. O espaço fica na unidade 2 da Incubadora Pública de Economia Criativa e Solidária, junto ao Restaurante Popular 1, no Santa Angelina.

Com a cessão de uso, a Cooperativa Panelas Unidas poderá desenvolver na Cozinha Solidária as suas atividades na área de alimentação. A Panelas Unidas reúne 17 mulheres e é uma das cooperativas criadas com incentivo da Prefeitura desde o ano passado, por meio do projeto Cooperativismo como Porta para o Futuro.

Além da assinatura, o evento marcou a entrega de certificados dos cursos de Planejamento de Cardápios e Oficina de Desenvolvimento de Habilidades e Boas Práticas de Manipulação de Alimentos, oferecidos pela Coordenadoria do Trabalho e de Economia Criativa e Solidária.

“O cooperativismo é uma saída importante para boa parte dos problemas relacionados à crise econômica e ao desemprego. As novas cooperativas são um instrumento de geração de renda e construção de justiça social, além de serem uma nova forma de organização do trabalhador de forma autônoma. Desejo muito sucesso a todas as cooperadas da Panelas Unidas”, afirmou o prefeito Edinho.

A secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Jacqueline Barbosa, destacou a criação das cooperativas como um instrumento de combate à vulnerabilidade social. “Nós só vamos conseguir caminhar nas políticas públicas de combate à vulnerabilidade social se caminharmos juntos. Vamos enfrentar a vulnerabilidade e fazer com que nossa população tenha uma vida digna e uma vida justa.”

Camila Capacle, coordenadora do Trabalho e de Economia Criativa e Solidária, relembrou a garra e a coragem das mulheres que integram a cooperativa. “São mulheres, mães, de bairros periféricos, que vieram de situação de vulnerabilidade social. Que vocês possam plantar muitas flores e alimentar muitas vidas e muitas almas aqui em Araraquara. Parabéns e minha gratidão”, afirmou.

A presidente da Cooperativa Panelas Unidas, Letícia Souza da Silva, agradeceu a todas as colegas de trabalho. “Este é só o primeiro passo. Espero que a gente dê muito certo. Obrigado por confiarem em mim”, disse.

Já a presidente do Conselho Municipal de Economia Criativa e Solidária, Fabiana Maciel, desejou sucesso às cooperadas. “Como mulher, cidadã, conselheira, alguém que acredita no coletivo, só tenho que agradecer por estar aqui e ver isso acontecendo. Desejo muito sucesso para vocês e para todas nós.”

Representando a Câmara Municipal, a vereadora Thainara Faria (PT) destacou a importância das cooperativas. “Vocês querem um trabalho digno para chegar ao supermercado e comprar o que quiserem. Esta é uma política pública séria, consistente, madura, que não vai abandonar ninguém que tenha vontade de ser dona dos seus próprios destinos”, declarou Thainara.

Também estiveram presentes a vereadora Fabi Virgílio (PT) e os vereadores Paulo Landim (PT) e Emanoel Sponton (Progressistas); a coordenadora de Segurança Alimentar, Silvani Silva; a presidente da Cooperativa Acácia, Helena Francisco da Silva; Moema de Souza Santa e Iuri Aiura, professores dos cursos ministrados aos cooperados; além de outros gestores municipais e representantes das demais cooperativas.