Prefeitura divulga resultados de operação na Rua Carlos Gomes

Segundo secretário, ação realizada na última sexta-feira cumpriu o objetivo de evitar aglomerações e barulho

64

A Prefeitura de Araraquara divulgou os resultados da operação realizada na noite da última sexta-feira (15) com o objetivo de evitar aglomerações nas proximidades da Rua Carlos Gomes (Rua 6) com a Avenida Dom Pedro II, no Centro. Realizada em conjunto pela Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, Fiscalização de Trânsito e fiscais da Vigilância Sanitária e Posturas, a ação garantiu que todos os bares das imediações fossem fechados até as 23 horas e aplicou 22 multas de trânsito, quatro multas por falta de uso de máscara e quatro intimações de Posturas.

O secretário municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, Coronel João Alberto Nogueira Junior, explica que a ação cumpriu sua função. “Houve uma preleção entre todos os atores envolvidos com o objetivo de realizar uma proatividade no sentido de fazer com que não houvesse invasão da via pública e reforçar a cobrança do cumprimento das regras sanitárias, principalmente com o uso de máscaras e na questão da perturbação do sossego público. Várias frentes foram fiscalizadas. Além do trânsito, verificamos se os estabelecimentos estavam cumprindo as regras através do código de Posturas, como a questão de mesas nas calçadas, e os ambulantes também foram fiscalizados. Utilizamos sinalizações para fazer com que todos compreendessem que não era para usar o espaço público, mas infelizmente algumas pessoas não respeitaram e tivemos essas quatro autuações”, salienta.

A operação mobilizou quatro viaturas da Polícia Militar, duas da fiscalização de Trânsito e duas da Guarda Civil Municipal. “Foi uma ação que perdurou durante toda a madrugada, porque embora as pessoas não mais permanecessem nas imediações da Rua 6 com a Dom Pedro II, elas foram para a Praça Pedro de Toledo, onde houve um acompanhamento, principalmente das equipes da Polícia Militar, para proibir a utilização do som alto, que é uma das principais queixas dos moradores daquela região, que sofrem com a perturbação do sossego público, com carro de som e veículos com o escapamento aberto. A Polícia Militar cuidou porque ações desse tipo são de competência do estado”, acrescentou o secretário.

Ele destacou ainda que novas ações como essa serão realizadas na cidade. “Vamos repetir essa operação com o objetivo de desestimular as pessoas a cometerem essas irregularidades, não só nessa região como em outras onde houverem reclamações por parte dos moradores”, finalizou o coronel.