Prefeito de Matão morre aos 67 anos

Adalto Scardoelli (PT) estava internado há um mês tratando uma diverticulite e sofreu um infarto fulminante nessa sexta-feira (4)

99

O prefeito de Matão, Adauto Scardoelli, de 67 anos, morreu na noite dessa sexta-feira (4). Internado em decorrência de uma diverticulite e perfuração intestinal há 1 mês no Hospital Carlos Malzzoni, e depois de enfrentar uma infecção generalizada, Adauto sofreu um infarto nessa sexta-feira e perdeu a luta pela vida. Há mais de 30 anos no Partido dos Trabalhadores, Adauto sempre lutou por uma sociedade mais justa e igualitária. Um dos membros mais antigos do PT no estado de São Paulo, uma liderança reconhecida e histórica, foi prefeito de Matão por três mandatos completos: de 1997 a 2000, de 2005 a 2008 e de 2009 a 2012. Agora, em 2021, estava começando seu quarto mandato. Um marco na história da cidade e na vida do povo matonense.

Companheiros de partido lamentaram a morte de Adalto

“É um momento muito triste para a população de Matão, para os companheiros do Partido dos Trabalhadores e para toda a região. Uma dor intensa, uma perda que grita e fere a alma. Adauto Scardoelli fará muita falta. Em nome dele, continuaremos lutando, dia a dia, para uma sociedade melhor e que olhe para as pessoas que mais precisam”, lamentou o companheiro de partido, Edinho Silva.

Matão perde um grande líder

“Natural de Taquaritinga, era um dos grandes nomes do Partido dos Trabalhadores no interior de São Paulo, sempre com gestões voltadas à melhoria da qualidade de vida da população. Uma de suas primeiras medidas ao assumir a prefeitura em 2021 foi suspender o corte de água de pessoas de baixa renda, no período da pandemia.

Adauto tinha muito a fazer por Matão e pelo povo paulista. Deixa saudade e exemplos de boa gestão, de bom e atencioso amigo.

Em nome do nosso mandato externo os sentimentos à sua esposa Marília, uma amiga querida, aos filhos Renato, Fernando, Fabiana e Ricardo, à companheira vereadora Miriam Ponzio, ex-mulher de Adauto, aos amigos e aos companheiros e companheiras do PT. Deixo um abraço fraterno ao povo de Matão, que perdeu um líder”, falou a deputada estadual Márcia Lia.

 Despedida

O velório do prefeito de Matão, Adauto Scardoelli, começou por volta das 8h da manhã deste sábado (5). Na cerimônia de despedida são obedecidas as normas de segurança em razão da pandemia de Covid-19, ou seja, com duração de apenas três horas, restrito a familiares e pessoas mais próximas. A expectativa é que o velório termine por volta de 11h. Em seguida, o corpo será levado em cortejo até o Cemitério para o sepultamento, por volta das 13h.