Polícia Rodoviária faz balanço da Operação “7 de setembro de 2021”

Autuações de condutores alcoolizados registraram aumento de 231%, em relação ao mesmo período de 2020

24

O 3º Batalhão de Polícia Rodoviária, Unidade Operacional subordinada ao Comando de Policiamento Rodoviário e responsável pela segurança de mais de 5 mil quilômetros de Rodovias da Região Noroeste do Estado (Regiões de Rio Claro/Piracicaba, Araraquara, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto), desencadeou a Operação “Feriado da Independência 2021”, por meio do incremento das ações de polícia ostensiva e preservação da ordem pública na sua circunscrição rodoviária, no período compreendido entre as 0h do dia 03 de setembro (sexta-feira) e as 23h59min do dia 07 de setembro de 2021 (terça-feira), em virtude do feriado da Independência do Brasil e do presumido aumento do volume de veículos em circulação.

Com o propósito de promover maiores níveis de segurança aos usuários das Rodovias, o 3º BPRv esteve presente com todo efetivo operacional, complementado por reforço do pessoal administrativo, empregado diuturna e estrategicamente nas áreas de maior incidência de delitos e sinistros rodoviários, culminando com expressiva redução no número de vítimas fatais decorrentes de atropelamentos (-20%), contexto em que se destaca a redução da mortalidade entre os motociclistas (-20%), personagens centrais das estatísticas de sinistralidade rodoviária.

O incremento da atividade policial foi também representado pelo aumento no número de Autos de Infração elaborados no período em (9%). O destaque da fiscalização foram as autuações de condutores alcoolizados ou que se negaram a realizar o teste, que registrou aumento de autuações no período, quando comparado com o feriado de 2020 (alta de 231%) com a recusa do teste e de (68%) testando positivo para alcoolemia.

Além de demonstrar o empenho policial no emprego da fiscalização como mecanismo de prevenção e controle da sinistralidade rodoviária, o aumento do número de Autos de Infração lavrados pelo efetivo do 3º BPRv indica que a imprudência entre os motoristas da nossa região ainda é muito elevada.

No contexto criminal, os resultados foram também impressionantes. No geral, houve aumento de 7% no número de prisões em flagrante pela prática de crimes, nas suas diversas modalidades. O combate ao tráfico de drogas continuou sendo prioridade do 3º BPRv, o que culminou com o aumento de drogas apreendidas em 277%, comparando com o ano de 2020.