“Passeio” de Bolsonaro em Presidente Prudente custará R$ 300 mil aos cofres públicos

Montante inclui o custo com a utilização de aeronaves, drones, viaturas e o efetivo de cerca de 450 policiais militares que participarão da ação

189

A Secretaria da Segurança Pública informa que serão gastos mais de R$ 300 mil com o reforço no policiamento em razão do evento que será realizado no sábado (31), com a presença do Presidente da República, em Presidente Prudente. A Polícia Militar do Estado de São Paulo montou um esquema especial de policiamento para garantir a segurança da população, a fluidez no trânsito e o direito à livre manifestação.

O efetivo será reforçado com cerca de 450 policiais militares ao longo de todo o percurso do ato e, especialmente, nas áreas próximas ao ponto de concentração da manifestação, que tem início às 9 horas na Avenida Coronel José Soares Marcondes x Rodovia Júlio Busdisk. A dispersão ocorrerá na Avenida Onze de Maio x Avenida da Saudade (Parque do Povo).

Para garantir a segurança de todos, 426 policiais militares de batalhões territoriais da região do Comando de Policiamento do Interior – 8 (CPI-8, Presidente Prudente) e do 8º Baep atuarão ao longo do percurso, bem como 27 policiais militares do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), que originalmente atua na Capital, apoiarão nas ações atinentes à segurança de tráfego e fiscalização. As ações serão monitoradas por policiais militares portando câmeras operacionais portáteis (COP), drones e pelo helicóptero Águia da região.