Parceria leva oficina de reaproveitamento de alimentos para CRAS da cidade

A iniciativa faz parte de uma parceria da Coordenadoria Municipal de Segurança Alimentar com os cursos de nutrição da Universidade Paulista (UNIP) e da Universidade de Araraquara (UNIARA)

30

A Prefeitura Municipal, através da Coordenadoria Municipal de Segurança Alimentar, em parceria com os cursos de nutrição da Universidade Paulista (UNIP) e da Universidade de Araraquara (Uniara), realiza entre os dias 25 de maio e 11 de junho, ações de educação alimentar e nutricional nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) de Araraquara.

O objetivo é possibilitar a troca de conhecimentos sobre o ato de comer e de fazer comida. As oficinas utilizam técnicas culinárias para produção de duas receitas de reaproveitamento de arroz e feijão como ponto de partida para o aprofundamento do diálogo entre a equipe técnica da coordenadoria, os estudantes e a população assistida pelos CRAS.

A coordenadora Municipal de Segurança Alimentar, Silvani Silva, destaca que durante a ação são abordados temas como armazenamento de alimentos prontos, dicas para manutenção do ritmo e saúde intestinal, para preservação do valor nutricional e sensorial dos alimentos. “Os participantes também recebem orientações sobre economia doméstica”.

Ela ainda ressalta a importância de oficinas como essas para consolidação da Política de Segurança Alimentar e Nutricional no município. “Essas ações integradas por todos os órgãos do governo, principalmente os vinculados à Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, ajudam a consolidar nossas políticas públicas da área”.

A moradora assistida pelo CRAS São Rafael, Cleonice Santos, que participou da oficina realizada no local na quarta-feira (26), falou sobre o que aprendeu na oficina. “Aprendi coisas que não sabia fazer, biscoito de feijão e bolo de arroz. Muita gente desperdiça o arroz, joga fora pensando que não presta mais, mas é muito proveitoso. O feijão precisa pôr de molho de um dia para o outro, para economizar gás, já o arroz não pode lavar porque perde a vitamina e eu não sabia disso. Aprendi hoje, muita coisa boa”.

Ela destacou que adorou o bolo feito durante a oficina. “Nem parece que o bolo tem arroz, uma delícia, suave, simples de fazer, fácil, rápido e econômico. Você vai aproveitar o arroz e dá para fazer um bolinho para tomar com café. É uma delícia, não é doce demais, não é enjoado e nem parece que é de arroz”.

Outra moradora que também participou da oficina, Nali Marques afirma que gostou muito da receita do bolo de arroz. “Adorei o bolo, é um bolo diferente, não tem muito açúcar, é muito gostoso, adorei”. Duas crianças que também participaram da oficina reafirmaram que gostaram muito da receita do bolo. “Nós adoramos e com certeza faremos em casa”.

A oficina foi ministrada pelas nutricionistas da Coordenadoria Municipal de Segurança Alimentar, Moema Santana e Paula Oliveira, com o apoio das estagiárias dos cursos de Nutrição, Isabela de Santana e Hanna Amaral. A ação, que conta com o apoio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, já foi realizada no CRAS Cruzeiro de Sul (25/05/2021) e no CRAS São Rafael (26/05/2021). Nas próximas semanas o curso será realizado nos demais CRAS:

Cronograma das oficinas “Reinventado arroz e feijão”:

27/05 – CRAS Hortênsias 09h – 10h10

28/05 – CRAS Vale Verde 09h – 10h10

08/06 – CRAS Yolanda Ópice 13h – 14h40

09/06 – CRAS Vale do Sol 09h – 10h10

10/06 – CRAS Maria Luiza 09h – 10h10

11/06 – CRAS Selmi Dei 09h – 10h10