Operação Padroeira tem início nesta sexta-feira (8)

A Rodovia Washington Luís (SP-310) deve receber cerca de 210 mil veículos no período

14

As rodovias administradas pela AB Triângulo do Sol devem receber 333 mil veículos durante a Operação Padroeira, que começa nesta sexta-feira (8) e segue até a terça-feira (12). O dia 12 de outubro é considerado feriado nacional, pois é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, a santa padroeira do Brasil.

Na rodovia Washington Luís (SP-310), entre São Carlos e Mirassol, 210 mil veículos são esperados. Nas rodovias Brigadeiro Faria Lima (SP-326), entre Matão e Bebedouro, e Carlos Tonanni/Nemésio Cadetti/Lauretino Mascari/Dr. Mario Gentil (SP-333), entre Sertãozinho e Borborema, as estimativas são de 74 mil e 49 mil veículos, respectivamente.

Durante a operação especial, todo o efetivo operacional da concessionária estará nas rodovias, garantindo agilidade e rapidez no atendimento aos usuários. As praças de pedágio também operarão de maneira diferenciada para a fluidez do trânsito.

Previsão de dias e horários com maior tráfego

08/10 (sexta-feira) – entre 16h e 23h

09/10 (sábado) – entre 7h e 13h

12/10 (terça-feira) – entre 13h e 22h

Emergência e recursos operacionais

Em casos de emergência, os usuários das rodovias podem entrar em contato com a AB Triângulo do Sol, a qualquer momento, pelo número 0800 701 1609 ou através dos telefones de emergência, disponíveis ao longo do trecho de concessão.

A concessionária disponibiliza nove viaturas de inspeção de tráfego, oito guinchos, quatro caminhões munck/pipa e sete ambulâncias para atendimentos.

Recomendações

A AB Triângulo do Sol ressalta que o motorista deve adotar medidas antes de seguir viagem, para evitar transtornos durante o trajeto. A manutenção preventiva dos veículos e a verificação de itens como pneus, luzes e freios são fundamentais para a segurança, assim como o respeito às leis de trânsito.

É importante ainda que o motorista respeite os limites de velocidade da via, não beba antes de dirigir, não utilize o celular ao volante e que todos os ocupantes do veículo utilizem os dispositivos de retenção adequados, como cintos de segurança, assentos e acomodações específicos para crianças e animais.

Cadeirinha

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a partir dos 10 anos de idade, as crianças devem ser transportadas em cadeirinhas e nos bancos traseiros de carros. Já para as crianças que atingiram altura de 1,45m antes dos 10 anos, a lei permite que elas sejam transportadas no banco traseiro do veículo utilizando apenas o cinto de segurança do automóvel.

Veja o regulamento por faixa etária:

• Até 1 ano: bebê conforto, instalado de costas para o banco dianteiro.

• De 1 a 4 anos: cadeirinha, voltada para a frente do veículo.

• Dos 4 aos 10 anos ou que tenham menos de 1,45m: devem ser transportadas no banco traseiro em assento de elevação utilizando o cinto de segurança.

• A partir dos 10 anos: a nova regra explica que não é suficiente a criança ter 10 anos completos para andar no banco dianteiro. Ela precisa ter a partir de 1,45m de altura para que seja adequadamente protegida pelo cinto de segurança.

Faróis de dia na rodovia

De acordo com a nova regra do CTB, os veículos que transitarem por rodovias de todo o país e que não dispuserem de luzes de rodagem diurna (DRL) deverão manter acesos os faróis, mesmo durante o dia, nas rodovias de pista simples situadas fora dos perímetros urbanos.

Direção sob fumaça

Durante o período de tempo seco e altas temperaturas, quando a incidência de queimadas é maior e o vento pode levar fumaça para a rodovia, os motoristas devem redobrar a atenção para evitar acidentes. Caso se deparem com fogo e/ou fumaça durante a viagem, os usuários devem ligar para a concessionária – 0800 701 1609 e para o Corpo de Bombeiros – 193.

Foto: O Imparcial