Obras avançam na implantação do Hospital de Solidariedade

Prédio da antiga Novamoto está recebendo adequações para abrigar 50 leitos, entre de retaguarda e de semi-UTI, para atendimento a pacientes com novo coronavírus

63

As obras do Hospital da Solidariedade, na antiga sede da concessionária Novamoto, estão avançadas nesta sexta-feira (3), com a instalação dos boxes para leitos de semi-UTI e a colocação de paredes com placas de gesso, conhecidas como drywall.

Também estão sendo feitas adequações na rede de água e esgoto dos banheiros e na área externa, onde são abertas a passagem de ambulâncias, o estacionamento e o espaço para manobras.

As alas administrativas, de enfermagem e de UTI estão gabaritadas e a montagem dos espaços individuais para leitos e setores de logística estão praticamente prontas. Em seguida, serão instalados os cabos de energia e equipamentos.

O Hospital da Solidariedade terá 50 leitos, entre de enfermagem e de semi-UTI, para atendimento da população diagnosticada com a Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Os pacientes serão encaminhados pela UPA da Vila Xavier, que será o centro de triagem de todos os casos.

Situação da Covid-19
Segundo o último boletim do Comitê de Contingência do Coronavírus, divulgado nesta sexta-feira (3), Araraquara continua com sete casos confirmados da Covid-19, com a morte de um idoso de 81 anos. As notificações subiram para 54, o que inclui, além dos sete confirmados, 11 casos descartados e 36 aguardando resultado de exames. Seguem internadas 14 pessoas e três mortes são investigadas.

No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, são 9.056 casos confirmados de coronavírus e 359 mortes. Em todo o mundo, os casos chegam a quase 1,1 milhão, com 58 mil mortes, segundo levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins, atualizado às 19h desta sexta-feira.

Fazem parte do grupo de risco da Covid-19: idosos (acima de 60 anos), pessoas com doenças autoimunes, imunossuprimidos, gestantes, lactantes e pessoas com doenças crônicas. Entre os sintomas do novo coronavírus estão febre alta e persistente, tosse, cansaço e falta de ar.

Para a prevenção da doença, é recomendada a higienização frequente das mãos (com água e sabão ou álcool gel), manutenção dos ambientes arejados e o isolamento social (prática seguida por diversos países do mundo), evitando aglomerações de pessoas.

Dúvidas e orientações podem ser solucionadas pela Ouvidoria da Secretaria Municipal de Saúde, pelo telefone 0800-771-7723, das 7h30 às 16h30. Mais informações também estão disponíveis no site www.araraquara.sp.gov.br/coronavirus.