Novo decreto amplia funcionamento dos setores econômicos e adequa Araraquara ao Plano São Paulo

Após segundo lockdown em junho e queda na ocupação de leitos, município estende abertura de estabelecimentos das 5h às 23h a partir desta quinta (15)

85

A Prefeitura publicou nesta quarta-feira (14) novo decreto municipal de combate à pandemia da Covid-19, com validade a partir desta quinta-feira (15). Araraquara volta a se adequar ao Plano São Paulo, do Governo do Estado, e permitirá o funcionamento presencial de atividades comerciais e religiosas das 5h às 23h.

Além do novo horário, as atividades comerciais poderão receber até 60% da capacidade de ocupação dos estabelecimentos ou entidades, respeitando-se o distanciamento social de 1,5 metro entre pessoas — conforme recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) — e o uso obrigatório de máscaras para todos acima dos 2 anos de idade.

Os estabelecimentos poderão realizar takeaway (retirada na porta) durante o horário permitido para atendimento presencial (até às 23h), enquanto o delivery e o drive-thru serão permitidos 24 horas por dia.

Outra alteração em relação ao decreto anterior é a ampliação da capacidade de clientes em supermercados (de 10 para 12 vezes o número de caixas funcionando), bancos (de 3 para 5 vezes) e farmácias (de 2 para 5 vezes). Por exemplo: um supermercado com 10 caixas atendendo poderá abrigar dentro do estabelecimento, simultaneamente, até 120 pessoas.

Restaurantes

Além de “à la carte”, “self-service” e “buffet”, que já eram permitidos, restaurantes, bares, lanchonetes e estabelecimentos semelhantes agora poderão atender na modalidade de rodízio, desde que os garçons estejam equipados com máscara facial com total cobertura do nariz e da boca, máscara “face shield” e luvas descartáveis. Nesses locais, deixa de ser exigida a presença máxima de quatro pessoas por mesa.

Eventos

Buffets e eventos que forneçam alimentos ou bebidas para consumo imediato no local não precisarão mais apresentar testagem para Covid-19 ou notificar a sua realização para a Secretaria Municipal do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo. Além disso, áreas de lazer foram equiparadas a eventos, convenções e atividades que envolvam fornecimento de alimentos ou bebidas, devendo ser observado o distanciamento e ocupação máxima de 60%.

Transporte público

A partir desta quinta-feira, o transporte público de Araraquara volta a funcionar no horário normal, incluindo a circulação das linhas do Corujão, mas com os veículos mantendo a ocupação máxima de 60% da capacidade de passageiros.

Praças e parques

Já a partir desta quinta, está permitido o acesso às praças municipais para atividades individuais e coletivas (que estavam proibidas), com a obrigação da manutenção do distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas e uso de máscaras. Atividades coletivas também estão permitidas em academias e similares.

Também será liberado, a partir de 1º de agosto, o acesso dos araraquarenses aos parques municipais, que estavam fechados desde o início da pandemia. Na mesma data irão retornar as atividades presenciais das Oficinas Culturais e das Escolinhas de Esportes, mediante a adoção de protocolo sanitário específico.

Educação

Segundo o decreto, nas aulas e atividades presenciais nas redes de ensino do Município, deverá ser observado o distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas. No caso das salas de aula cujas dimensões comportem o total dos alunos das turmas, observado o distanciamento, será admitida a ocupação de 100% dos alunos matriculados. Nas salas de aula que não comportam o total dos alunos respeitando o distanciamento, a ocupação máxima será de 60% dos alunos.

Mais um passo

Em transmissão nas redes sociais, o prefeito Edinho afirmou que o lockdown adotado em junho e o avanço da vacinação permitem que Araraquara dê mais um passo na retomada das atividades. Porém, ainda é necessário que a população siga as recomendações sanitárias de prevenção da Covid-19 — uso de máscaras, distanciamento social e higienização frequente das mãos, inclusive entre as pessoas vacinadas.

“Vamos retomando as atividades com muita responsabilidade, com muita cautela, porque nós precisamos gerar renda, gerar empregos, as crianças precisam retomar o processo educacional. Mas tudo isso tem que ser feito com responsabilidade. Com a Prefeitura fazendo sua parte e você fazendo a sua, nós vamos superar este momento da melhor forma possível, sempre colocando a saúde e a vida em primeiro plano”, declarou Edinho.

Nesta quarta-feira, Araraquara atingiu 65% da população adulta (quase 123 mil pessoas) vacinados com ao menos uma dose das vacinas disponíveis (ou dose única), segundo estimativa da Secretaria Municipal de Saúde com base em dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

As medidas mais restritivas (lockdown) adotadas em junho e o avanço da vacinação reduziram as contaminações nas últimas semanas no município. A média móvel de casos diários, que chegou a 165 casos no dia 10 de junho, agora é de 90 (queda de 45%).

A ocupação geral de leitos nesta quarta-feira nos hospitais de Araraquara é de 57% em UTI e 55% em enfermaria. Quando são considerados apenas os moradores da cidade, sem contar pacientes da região, a ocupação é de 23% na UTI e de 30% na enfermaria.