Na Câmara, novo comandante do TG pede reabertura da Junta do Serviço Militar

Vereador Aluísio Boi apresentou o pedido ao Poder Executivo

134

O presidente da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Aluísio Boi (MDB), recebeu, na tarde desta segunda-feira (1), em seu gabinete, a visita do novo comandante do Tiro de Guerra de Araraquara – TG 02/002- subtenente Brayner Rogerio Tavares de Araújo e do relações públicas do quartel, Du Barbosa, para o que seria uma visita de apresentação, já que Tavares assumiu o comando no final de janeiro e se colocou à disposição do Legislativo.

Contudo, a reunião passou a ter um caráter oficial, quando foi solicitado o empenho do presidente para a reabertura da Junta do Serviço Militar na cidade, que está com as portas cerradas, por conta da pandemia do coronavirus. O vereador Aluísio Boi – que foi atirador – é o autor da lei de 2011 que instituiu o Dia do Atirador em Araraquara, ano do centenário do TG de Araraquara.

Para o comandante, a importância do órgão para o município e para o cidadão, justifica o pedido. A unidade efetua o alistamento militar dos brasileiros, valida os dados cadastrais dos cidadãos que realizarem o pré-alistamento pela internet, fornece cópias dos documentos militares requeridos, revalida o Certificado de Alistamento Militar, entre tantas outras, mas que estão paralisadas na cidade.

“Já estou encaminhando ao Executivo a Indicação 543/202, solicitando a reabertura da Junta do Serviço Militar, o que facilitará a vida do cidadão araraquarense. Quero destacar também a relevância dos serviços prestados pelo Tiro de Guerra de Araraquara, que em 2021 completa 210 anos semeando civismo e cidadania. Essa data precisa de um marco. Vou dialogar com o conjunto de vereadores e com a Mesa Diretora sobre a possiblidade de entregarmos o Diploma de Reconhecimento Público ao Tiro de Guerra”, pontou Boi.

O vereador Lucas Grecco (PSL) também participou da reunião.