Mulher é presa em praça por descumprir quarentena

Ela mordeu uma das guardas, foi algemada e levada ao plantão policial

193

Uma situação inusitada aconteceu na manhã desta segunda-feira (13) na Praça dos Advogados, na Vila Harmonia, onde uma mulher fazia caminhada e foi presa.

Ela foi orientada pela Guarda Civil Municipal a deixar o local, pois estava descumprindo o decreto do governo do Estado e também o Municipal, que implementou a quarentena até o próximo dia 22 de abril, onde há a exigência de que se fique em casa para que o coronavírus, não prolifere ainda mais na cidade.

A mulher não aceitou sair do local, pois alegava que a constituição lhe permitia o direito de ir e vir e que isto estava acima de qualquer decreto.

Ela insistia ainda, que essa historinha de coronavírus, era coisa de comunista que queria dominar o mundo, “Esse circo de coronavírus não funciona comigo, armaram para implantar uma ditadura comunista”. A Guarda tentou argumentar, mas não houve entendimento, a  mulher mordeu uma das Guardas e foi algemada, sendo assim levada para o plantão policial.

Ela responderá pelo artigo 268 do Código Penal: Infringir determinação do poder público destina a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.