Mulher de 72 anos é a 359ª vítima da Covid-19 em Araraquara

Metade dos 158 internados com Covid-19 em Araraquara são de outros municípios

48

Araraquara registrou nessa sexta-feira (16), mais 38 casos positivos de Coronavírus nos serviços públicos de saúde, o equivalente a 9% de 423 amostras analisadas. Além destes, foram mais 5 positivados em laboratórios da rede complementar particular, totalizando 43 novos casos. Portanto, agora são 18.310 casos em Araraquara.
Do total de confirmados, 389 permanecem em quarentena e 17.562 já saíram. Aguardam resultado de exames 396 amostras.
Hoje, 158 pacientes estão internados. Destes, 75 estão em enfermaria – 8 suspeitos e 67 confirmados. E 83 estão na UTI – 3 suspeitos e 80 confirmados.
Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 47% de leitos de enfermaria e 91% de UTI.
Hoje, a Santa Casa de Araraquara tem 14 pacientes internados com Covid-19, a Unidade de Retaguarda do Melhado tem 6 pacientes e o Hospital de Campanha tem 39 pacientes.
Do total de 158 internados, 79 são moradores de Araraquara e 79 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade, sendo que 38 estão em Enfermaria e 41 estão em UTI.
Os 79 pacientes de outros municípios residem em Américo Brasiliense (4),  Descalvado (4), Dourado (1), Gavião Peixoto (4), Guarantã (1), Guarapiranga (1), Ibaté (6), Ibitinga (2), Itápolis (1), Jaboticabal (1), Matão (1), Motuca (1), Nova Europa (4), Olímpia (1), Piracicaba (1), Pirassununga (1), Porto Ferreira (2), Ribeirão Bonito (1), Rincão (5), Rio das Pedras (1), Santa Cruz das Palmeiras (1), Santa Lucia (2), Santa Rita do Passa Quatro (1), São Carlos (23), São Gabriel do Oeste (1), Tabatinga (5), Tambaú (1) e Viradouro (2).
Araraquara registrou, até o momento, 359 óbitos decorrentes de Covid-19.
O óbito mais recente, registrado nas últimas 24 horas, é de uma mulher de 72 anos, com comorbidades, que foi internada em hospital da rede pública no dia 13 de abril.
Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.