Momento econômico, político e tecnologia marcam workshop do Dia do Comerciante na ACIA

O deputado estadual Castello Branco falou sobre o momento social e político, chamou a atenção para o desafio que os empresários terão pela frente para retomar a economia do país

73

Realizado no último dia 16 de junho no auditório da Associação Comercial e Industrial de Araraquara (ACIA), o Workshop “Desenvolvimento Econômico com Tecnologia e Inovação”, contou com a participação de nomes graduados do mundo empresarial, tecnológico, educacional e político.

O evento foi mediado pelo empresário, José Janone Júnior, presidente da Associação Comercial e Industrial de Araraquara (CIA), que na ocasião também representou a Federação das Associações Comerciais do Estado (FACESP), entidade onde responde pela vice-presidência da RA 18.

Com quase duas horas de duração, o encontro ficou marcado pela variedade de temas e diferentes abordagens, todas voltadas ao momento de reconstrução e retomada econômica e social vivido pelo país e pelo mundo pós pandemia.

Ocuparam a mesa e falaram ao bom público presente na assistência – todos acomodados com distanciamento e demais protocolos sanitários -, Rosana Brito, diretora de RH do Portal IG e diretora do Sindicato de Empresas de Internet do Estado de São Paulo (SEINESP), Fábio Justo, diretor do Instituto Federal de São Paulo, Campus Araraquara, a cientista da computação e pesquisadora, Cláudia Adati, o empresário, investidor e agora, dirigente político, Otávio Fakhoury, além o deputado estadual Castello Branco.

Governo mais atrapalha do que ajuda

Empresário, investidor, ativista político, e agora ingressando na vida partidária, Otávio Fakhoury falou sobre suas origens libanesas e sua vida empresarial, fez uma breve análise do momento econômico e político vivido pelo país, e destacou a influência negativa que o estado tem para a boa saúde da economia brasileira.

“Quem faz a economia, gera empregos e riquezas são as pessoas, grupo de pessoas e a sociedade organizada em empresas. Ao estado cabe dar todas as condições para que a economia funcione e as pessoas empreendam livremente”, explicou.

“Mas não é isso o que vemos. A estrutura burocrática estatal cria situações em que o governo mais atrapalha do que ajuda. Os recursos que chegam ao estado são gerados pela sociedade, que desenvolve suas atividades e recolhe impostos, que deveriam retornar em benefícios sociais e ao mercado. Mas o estado tira esse dinheiro e o coloca na política, o coloca no financiamento dos partidos”, afirmou Fakhoury, referindo-se à aprovação em Brasília de um fundo partidário da ordem de 5,7 bilhões.

Especialização e educação geram emprego

Falando sobre a importância da educação e especialização para ingresso de novos profissionais no concorrido mercado de trabalho, o diretor do IFSP – Campus Araraquara, Fábio Justo, discorreu sobre a excepcional estrutura da unidade, que é uma instituição de educação superior, básica e profissional, e anunciou novidades para a região de Araraquara, como o lançamento de um curso na área de TI.

Na mesma linha, a diretora de RH do Portal IG e diretora do Sindicato de Empresas de Internet do Estado de São Paulo (SEINESP), Rosana Brito, fez uma revelação que chamou a atenção de todos os presentes para a carência do Brasil na área tecnológica: tanto no Portal IG, quanto em outros segmentos que integram o mundo do SEINESP, ela tem muitas vagas disponíveis na área de tecnologia, mas faltam profissionais.

“É muito difícil encontrar profissionais capacitados para preencher a vagas que temos disponíveis”, relatou Rosana.

Abordando a necessidade da qualificação profissional para a inserção no emergente mercado de TI, a pesquisadora e cientista da computação Cláudia Adati lembrou a boa oferta de cursos disponibilizados pelas entidades e unidades de ensino, e afirmou ter convicção de que este pode ser o caminho para os jovens ingressarem no mercado.

Mudanças necessárias e fomentar o debate

Encerrando as falas, o deputado estadual Castello Branco falou sobre o momento social e político, chamou a atenção para o desafio que os empresários terão pela frente nos esforços de retomar a economia do país, e defendeu mudanças na estrutura política do Brasil.

“Sabemos que precisamos mudar, precisamos reformar o estado, e estamos trabalhando para isso. Mas é importante não perdermos de vista que essa estrutura foi criada no passado com bastante solidez, justamente para que as mudanças fossem difíceis de serem viabilizadas. Temos de nos organizar e não perdermos de vista o objetivo”, ensinou.

Ao final das falas, os palestrantes falaram com a imprensa, elogiaram bastante a iniciativa da ACIA, e destacaram a importância de se organizar novos workshops no mesmo modelo.

Falando sobre a noite, o empresário José Janone Júnior, reafirmou seu compromisso com as entidades empresariais e com a retomada econômica.

“Temos de fomentar a discussão, o debate, provocar troca de informações conhecimento. De nada adianta termos ideias, se não as defendemos em público, se não as colocamos nas ruas para que as pessoas possam debate-las. Penso que só assim poderemos criar um novo e propicio momento para a economia”, ressaltou.

O evento teve transmissão ao vivo pela Internet através do facebook da ACIA Araraquara: www.fb.com/AciaAraraquara, e ao final das palestras e da roda de conversas, todos, público e palestrantes se congratularam em um coquetel.