Legislativo quer solução para ameaças e violência a cooperadas da Acácia

Reunião está sendo articulada pelo vereador Aluisio Boi

30

Um grupo de integrantes da Cooperativa Acácia, fartos de sofrerem violência e ameaças durante a coleta nas ruas de Araraquara, realizaram uma manifestação em frente à prefeitura, pedindo mais segurança.

Alguns representantes também visitaram o gabinete do presidente da Câmara Municipal, vereador Aluisio Boi (MDB), solicitando apoio do Legislativo para suas reivindicações. “Nós conversamos com algumas cooperadas e ouvimos relatos de ataques frequentes. Há anos que, principalmente as mulheres, são abordadas e sofrem ameaças de pessoas que praticam esse crime e não são punidas. Temos que enfrentar essa triste realidade e encontrar uma solução”, observou o parlamentar.

A primeira medida do presidente da Câmara foi encaminhar a Indicação nº 4308/2021, sugerindo uma reunião entre o Executivo e a diretoria da Cooperativa Acácia, com a presença do Poder Legislativo. A intenção, segundo Boi, é ouvir das cooperadas seus relatos e em que situações acontecem o assédio moral e físico nas ruas de Araraquara, para que uma estratégia seja traçada e colocada em prática.

“Essa reunião se faz necessária, para que busquemos, conjuntamente, alternativas para melhorar a segurança de mulheres e de homens que fazem um trabalho essencial para nossa cidade e a logística dos trabalhos dos cooperados. Gostaríamos também de implantar a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), visando a otimizar a atividade. Essas trabalhadoras e trabalhadores têm que ser valorizados”, frisou Boi.