Jovem é preso e confessa latrocínio contra idoso no Jardim Maria Luiza

Acusado, de 26 anos, confessou que motivação do crime seria o roubo de R$ 50,00 do aposentado

250

José Augusto Chrispim

Um jovem, de 26 anos, acusado de matar o aposentado José Gabriel Rodrigues, de 62 anos, foi preso pela equipe do Canil do Baep (Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar), na tarde desta segunda-feira (8). O corpo de José foi encontrado em um barraco de madeira em um terreno localizado no cruzamento da Avenida Silvio Cruz com a Rua Manoel Clemente, no Jardim Maria Luiza III, na última sexta-feira (5).

De acordo com a equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), o acusado foi detido nesta tarde pela equipe do Baep da PM próximo de sua casa, que também fica no Jardim Maria Luiza. A polícia já desconfiava que o jovem seria o autor do crime e, no momento em que o tio dele estava sendo ouvido na delegacia, os policiais militares chegaram com o acusado detido.

O rapaz confessou ao delegado titular da DIG, Dr. Fernando Bravo, que conhecia a vítima que tomava conta de um pequeno sítio, onde cuidava dos porcos. Na manhã da última sexta-feira, ele teria ido até o barraco onde José morava e golpeado a sua cabeça com um pesado vaso de barro. Depois de pegar os R$ 50,00 da vítima, o assassino fugiu e só foi localizado hoje pela Polícia Militar que fazia patrulhamento ostensivo naquela região.

O delegado pediu a prisão preventiva do rapaz pelo latrocínio, e o juiz deve concedê-la ainda hoje. O rapaz que saiu da cadeia há 3 meses, deve ser recolhido à cadeia pública de Santa Ernestina.

O crime

Por volta de 21h da última sexta-feira (5), a Polícia Militar foi acionada por populares para averiguar um homem que estaria caído com muito sangue em volta. No local, uma equipe do SAMU já havia constatado o óbito de José.

O corpo do idoso foi encontrado na cama dentro do barraco de madeira, onde ele morava. O cadáver estava em meio a uma poça de sangue e com marcas de violência na cabeça.

Um vaso de barro usado no crime foi apreendido pela delegada Meirilene Castro. Nesta segunda-feira (8), o rapaz confessou ter usado o vaso para golpear a cabeça de José.

Esse foi o segundo homicídio do ano em Araraquara. Na semana passada, uma mulher, de 39 anos, foi morta e esquartejada em uma casa localizada no Jardim Cambuí. Os três envolvidos no bárbaro crime também foram presos.

Foto: O Imparcial