Inscrições para Festival Internacional de Dança de Araraquara seguem até sexta-feira (20)

FIDA foca em projetos “híbridos” que unam a Dança à outra linguagem artística

60

O FIDA 2021 (Festival Internacional de Dança de Araraquara) está com inscrições abertas para trabalhos artísticos “híbridos”, que unam bailarinos a artistas de outras linguagens, resultando em processos transartísticos. As inscrições podem ser realizadas até a próxima sexta-feira, 20 de agosto.

Gilsamara Moura, curadora do FIDA, conta que este edital de chamamento transartístico – edição híbrida é inovador, já que “permite um trânsito maior entre as linguagens e os artistas, trazendo o conceito de transartístico num sentido de trânsito, troca, transição, trajeto, do entre.”

Os artistas da Dança poderão se conectar com outros artistas – seja da fotografia, do cinema, da música, das artes visuais – enfim, qualquer outra linguagem artística – e propor um encontro para despertar novos olhares, tanto do público como dos artistas participantes. A ideia é fomentar pesquisas prático-teóricas em produções que explorem as fronteiras da dança com: o teatro, a performance, a música, a literatura, a fotografia, o audiovisual e as novas mídias.

Podem participar empresas de produções artísticas, companhias ou grupos que sejam, prioritariamente, sediados em Araraquara, com no mínimo, dois componentes e, no máximo, cinco componentes. Os trabalhos devem ser inéditos, com estreia na programação oficial do FIDA e ter tempo mínimo de cinco minutos e tempo máximo de dez minutos de duração.

O proponente – que deve integrar a ficha do projeto – também deve comprovar residência em Araraquara, porém o projeto pode contar com artistas de outras cidades, a fim de fomentar a formação de redes de artistas, de linguagens, de cidades do Brasil. “Queremos provocar um pensamento de Dança que desmonte os ‘muros’ que a separam da ‘vida’”, aponta Gilsamara. “Essa fricção que queremos causar é justamente para a evolução da Dança local e que possa ampliar os horizontes e outras parcerias possam ser feitas além do FIDA”, concluiu.

Os trabalhos selecionados irão compor a programação do FIDA – 21 anos – Edição Híbrida, adaptando suas características às plataformas online, devido às restrições impostas pela pandemia da COVID-19. “Porém haverá algumas ações presenciais que serão brevemente divulgadas”, alerta a curadora.

Inscrições – Para a inscrição, o proponente deve estar em dia com o Cadastro de Artistas e/ou Cadastro de Espaços Culturais da Secretaria Municipal de Cultura e FUNDART, disponíveis no site da Prefeitura de Araraquara por meio do link: http://sistema.araraquara.sp.gov.br/portal/cadastro/cultura/ – cadastro de artistas ou ainda em www.araraquara.sp.gov.br – Cadastro de Artistas.

As inscrições serão feitas por e-mail, através do endereço: fundartdanca@gmail.com até o dia 20 de agosto. Serão aprovados até cinco projetos transartísticos, com o aporte financeiro de R$ 2.000,00 cada.

O edital completo, com todas as informações necessárias para a inscrição, pode ser conferido no site da Prefeitura de Araraquara, na primeira página, em “Acesso rápido – Editais da Cultura”. O link direto é o: http://www.araraquara.sp.gov.br/governo/secretarias/cultura/EDITALFINALFESTIVALDEDANA2021.pdf  .

Vale destacar que, no canal da Prefeitura de Araraquara no YouTube, há um vídeo em que Gilsamara e o coordenador técnico da Secretaria Municipal da Cultura, Carlos Fonseca, explicam e dão mais informações sobre o processo seletivo do FIDA 2021. O link para o vídeo é o: https://www.youtube.com/watch?v=yv3WOLA7tO4 .