Infectologista da Unesp de Botucatu defende medidas de isolamento adotadas por Araraquara

Carlos Magno Fortaleza, que integra o Centro de Contingência do Coronavírus do Governo do Estado, reuniu-se de forma virtual com prefeito Edinho, autoridades de saúde e deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP)

144

O prefeito Edinho e autoridades de saúde de Araraquara se reuniram nesta quinta-feira (25), de forma online, com o médico infectologista Carlos Magno Fortaleza, que é professor da Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Botucatu, integra o Centro de Contingência do Coronavírus do Governo do Estado e é presidente da Sociedade Paulista de Infectologia.

Carlos Magno Fortaleza defendeu as medidas de isolamento social rígido adotadas pela Prefeitura para a contenção do crescimento da pandemia e da nova cepa do coronavírus. “Foi uma postura dura, coerente e responsável”, disse.

O especialista reforçou que o isolamento social produz efeitos na cadeia de transmissão do coronavírus. “O lockdown vai quebrando as gerações de transmissão, revertendo a curva da doença para uma tendência de queda. O distanciamento social funciona”, analisou Carlos Magno.

Edinho agradeceu ao especialista pela oportunidade da reunião e destacou que os moradores de Araraquara entenderam a gravidade da situação.

“Esse esforço feito por toda a população de Araraquara, a quem sou muito grato pela compreensão, trará resultados depois da primeira semana de março. Vamos continuar firmes e unidos na defesa da vida. Agradeço muito ao Carlos Magno Fortaleza por todo o apoio”, disse Edinho.

A reunião ainda contou com a presença do deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), que também é médico infectologista e já foi ministro da Saúde. “Padilha anunciou que irá ajudar Araraquara com R$ 2 milhões em emenda parlamentar para a estrutura de enfrentamento à Covid-19. A população de Araraquara agradece muito ao deputado”, declarou o prefeito.

Também participaram da reunião, presencial e virtualmente, o vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto, além de diversas autoridades de saúde da Prefeitura, da Fungota, secretários municipais e representantes da Santa Casa, do HEAB (Hospital Estadual de Américo Brasiliense) e do Sesa (Serviço Especial de Saúde de Araraquara).