Idoso representa 1 em cada 10 casos confirmados da Covid-19 em Araraquara

Principal grupo de risco da doença, pessoas acima de 60 anos são 13% dos casos; maior faixa de transmissão está entre 20 e 49 anos, com 66% dos positivados

44

 

Quarta-feira (17) registra 635 casos confirmados da Covid-19, sendo que 83 deles foram em pacientes acima de 60 anos de idade. Três dos sete óbitos registrados também foram de idosos.

Para a secretária municipal de Saúde, Eliana Honain, isso mostra que os idosos estão cumprindo o isolamento social e se protegendo. “É muito importante esse trabalho de conscientização dos idosos para que eles façam o isolamento social. E está dando certo”, explica.

Eliana ainda destaca que a Secretaria de Saúde e a Uniara (Universidade de Araraquara) enviam equipes médicas para atenderem os idosos com sintomas gripais em casa, evitando que esses moradores precisem deixar as residências. Para receber esse atendimento, é só entrar em contato pelo 0800 771 7723.

Idade ativa
As maiores faixas etárias com transmissão da doença estão entre 30 e 39 anos (150 casos e 23,62% do total), 20 a 29 anos (138 casos e 21,73%) e 40 a 49 anos (131 casos e 20,62%). Portanto, a faixa dos 20 aos 49 anos responde por 419 casos, com 66% (dois terços) das contaminações.

“São pessoas que estão em idade economicamente ativa e no mercado de trabalho, o que inclui os serviços essenciais, que não paralisaram desde o início da quarentena, além dos trabalhadores informais e daqueles que estão retornando gradualmente agora”, complementa Eliana.

A secretária reforça que a população jovem e adulta só deve sair de casa se for necessário. Caso resida com familiares idosos, os cuidados de higiene e de desinfecção de embalagens, sacolas, roupas e calçados deve ser redobrado para evitar a transmissão da doença.

Mais estatísticas
Os dados da Vigilância Epidemiológica também mostram que as mulheres têm mais confirmações que os homens: 350 casos do sexo feminino (55,1%) e 285 do sexo masculino (44,9%).

Em relação à raça/cor, 70% dos pacientes positivados para a Covid-19 se declaram brancos, 24% negros/pardos, 2% amarelos e 4% não declararam.

Os bairros com maior número de casos são Centro (33), Selmi Dei I (33), Adalberto Roxo (29), Iguatemi (26), Yolanda Ópice (23) e Vale do Sol (22). Todas as regiões do município registram casos da doença.

Todas as informações e gráficos relativos à Covid-19 em Araraquara podem ser conferidos no site https://arcg.is/neO5H, em uma parceria da Vigilância Epidemiológica com a Urbie (Grupo de Inovação e Extensão em Engenharia Urbana) da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos).