Força-tarefa recolhe 85 toneladas de inservíveis em maio

Um caminhão está sendo usado para retirar os materiais inservíveis

8

A Vigilância em Saúde contabiliza 85 toneladas de materiais inservíveis recolhidos em vários bairros de Araraquara durante todo o mês de maio. A força-tarefa contou com a participação das Secretarias Municipais da Saúde, de Obras e Serviços Públicos e Segurança Pública.

Ainda nessa segunda-feira (31), três equipes autuaram em frentes de trabalhos nos bairros Jardim Brasília, Lupo 2 e Vila Xavier com apoio de caminhões.

No Jardim Brasília, além do bloqueio realizado casa a casa, também ocorreu nebulização – aplicação de inseticida -, em pontos mapeados de acordo com os casos confirmados de pessoas com dengue.

Com dois casos confirmados no Lupo 2, a Vigilância intensificou o bloqueio com duas equipes e um caminhão. Na Vila Xavier, no entorno do Palmeiras Esporte Clube foi realizado o serviço de bloqueio.

Além do trabalho das equipes, a Vigilância conta com armadilhas para manejo e estudo do Aedes aegypti, o mosquito que pode transmitir a dengue.

O coordenador da Vigilância em Saúde, Rodrigo Ramos, reforça o apelo à população vistoriar e manter residências e quintais limpos.

 “Nós fazemos um apelo aos moradores para que mantenham vasos, calhas, ralos externos sem acúmulo de água e esfregar o potinho de água dos animais com palha de aço. Quintais em ordem sem objetos que sirvam de abrigo para animais peçonhentos. A maioria dos criadouros está nas residências descuidadas”, enfatiza Rodrigo Ramos.

Até o final de maio de 2021, a cidade registrou 211 casos confirmados de dengue. Neste mesmo período em 2019, quando a cidade viveu uma epidemia, eram 22.708 casos confirmados. Embora os números estejam bem abaixo, ainda assim o alerta é sempre manter os cuidados contra o mosquito transmissor da dengue e diversas outras doenças.