Força-tarefa realiza 2.032 ações de fiscalização durante o fim de semana

De 31 de maio a 6 de junho, foram 3.713 abordagens de pessoas físicas em barreiras sanitárias realizadas pela força-tarefa em acessos da cidade

26

A Secretaria Municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública divulga hoje, conforme faz semanalmente, o balanço das ações de fiscalização realizadas pela força-tarefa que envolve equipes da Guarda Civil Municipal, fiscais das Vigilâncias Sanitária e Epidemiológica e equipes do Procon, Posturas e Sala do Empreendedor, com apoio da PM.

De 31 de maio a 6 de junho, foram contabilizados um total de 4.532 ações de fiscalização. Destas, foram 2.032 registradas somente durante o fim de semana, de 4 a 6 de junho.

Dessas ações, de 31 de maio a 6 de junho, foram 3.713 abordagens de pessoas físicas em barreiras sanitárias realizadas pela força-tarefa em acessos da cidade, além de 417 pessoas abordadas no Terminal Rodoviário, conforme previsto em decreto municipal. Deste total de abordagens, foram aplicados 1.831 testes rápidos e 64 foram positivados. E 20 veículos que não justificaram a circulação na cidade retornaram a seus destinos de origem.

Foram fiscalizados ainda os seguintes pontos:

Bares/ restaurantes/ lanchonetes/ similares: 133

Shoppings/ lojas âncoras/ Mercado Municipal/ atacadistas/ varejistas e supermercados de grande porte: 30

Academias/ condicionamento físico:18

Clubes/ salão de festas ou eventos: 8

Construção civil/ loja de material de construção: 13

Escolas: 4

Bancos: 2

Lotéricas/órgãos públicos: 28

Outros estabelecimentos comerciais: 98

Áreas de lazer/chácaras/campo de futebol: 14

Residências/condomínios/repúblicas: 62

Praças/áreas públicas (outras): 27

Igrejas: 1

Destas ações, foram adotados os seguintes procedimentos:

Averiguação/ orientação verbal: 4.444

Notificação de orientação de pessoa física: 1

Boletim de ocorrência: 4

Auto de infração (multas): 65

Total de procedimentos – 4.579

O momento é preocupante, com crescimento no número de casos de Covid-19, e a cidade se mantém em Estado de Alerta.

Por isso, a população precisa participar do enfrentamento da doença, evitando qualquer tipo de aglomeração, usando máscara corretamente e respeitando a restrição noturna de circulação.

O fim de semana, mais uma vez, revelou a falta de conscientização de pessoas, que exigiram muito esforço dos fiscais para dispersar as aglomerações e autuar quem estava descumprindo a lei. Estes autos de infração têm consequências criminais; são encaminhados à Delegacia de Polícia para apuração de crime contra a saúde pública.

A força-tarefa da Prefeitura continua circulando pelas ruas cobrando o cumprimento do decreto municipal, mas, somente com a participação de todos, será possível evitar que o município tenha que retroceder nas medidas restritivas.