Força-tarefa da Vigilância atua no Iguatemi

O alvo da Vigilância em Saúde é evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti na região

21

Com suporte de quatro caminhões, duas equipes de agentes de controle de endemias e apoiadores do Combate à Dengue atuaram no Jardim Iguatemi, na região sudeste de Araraquara, desde segunda-feira (5).

O alvo da Vigilância em Saúde é evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti na região. As armadilhas indicam alta infestação da fêmea do Aedes.

Ainda no sábado (3), a Vigilância retirou duas toneladas de materiais inaproveitáveis no Cecap, com visitas e orientações aos empreendedores de pequenos pontos de reciclagem.

A retirada de materiais inservíveis nos bairros Selmi Dei e Valle Verde prossegue devido à alta demanda acumulada nas residências e quintais. Nessa segunda-feira (05) também houve nebulização, aplicação de inseticida, no entorno da UPA “Nefália de Oliveira Lauar”, do Valle Verde.

Durante o mês de junho, foram retiradas 186 toneladas de materiais inaproveitáveis nos bairros Selmi Dei, Valle Verde, Águas do Paiol, Vila Xavier, Cecap e Carmo.

Desde o início do ano, a cidade teve 254 pessoas infectadas pela dengue.

Animais peçonhentos

A força tarefa também tem apoio do Centro de Controle da Fauna Sinantrópica para retirada de potenciais abrigos aos animais peçonhentos – escorpiões, aranhas, cobras -, que causam danos à saúde e ao meio ambiente.

Esses abrigos têm origens em madeiras, tijolos, telhas, sofás, casas degradadas de pets, entre outros resíduos sólidos acumulados nos quintais e calçadas sem serventia prática alguma.