Final de semana prolongado tem programação no Clube Araraquarense

Nesta sexta-feira tem Gê Zoom no Happy Hour Julino no Clube Araraquarense

48

A programação social de julho começa nesta sexta-feira no Clube Araraquarense com comidas típicas e boa música durante o Happy Hour Julino. O evento será realizado em horário especial, das 16h30 às 20h30 respeitando os protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde. A animação estará a cargo de Gê Zoom com um repertório diversificado e bem alto astral.

Joni Machado anima o Domingo Musical

O cantor Joni Machado irá animar o Domingo Musical com um repertório bem variado com o melhor da música popular brasileira. O programa acontece das 11h às 15h no pique deste período julino. Aproveite o clima ameno deste início de inverno e participe com a família deste momento especial.

Para que tudo transcorra da melhor maneira possível é preciso que todos respeitem as regras e os protocolos de segurança estabelecidos para este período de pandemia, com a utilização de máscara e mantendo o devido distanciamento social. Outras informações sobre a programação social pelo fone 33347200 ou através das redes sociais do Clube Araraquarense.

Arraial Cultural apresenta o sertanejo universitário e clássico de Anderson & Brunno

A dupla Anderson e Brunno, formada em 2018, é atração nesta sexta-feira (09) no Arraial Cultural, promovido pela Secretaria Municipal da Cultura e Fundart. O show gratuito será apresentado no canal da Prefeitura de Araraquara no YouTube, às 20 horas.

Anderson e Brunno dão luz ao sertanejo universitário e clássico, com covers e músicas autorais, em um show alegre e dançante para animar o público do Arraial. O show desta sexta também apresenta os músicos: Gabriel Pepê (bateria), Emerson Silveira (contrabaixo), Rodrigo Rizzo (acordeon), além de Mari Cybis comandando o evento.

No sábado (10), o Arraial apresenta show com Romeu Rios, com forró pé-de-serra e vários clássicos nordestinos. Depois, na próxima semana, as últimas apresentações são com: Nayara Inorro (16/07) e André e Mari (17/07).

Vale destacar que o Arraial Cultural traz questões ligadas ao preconceito contra a cultura nordestina, promovendo entretenimento no calendário festivo da cidade e realizando a manutenção de manifestações culturais tradicionais, além de atender às necessidades e urgências de apoio aos artistas locais durante a pandemia. Assim, o Arraial Cultural dá vazão à voz dos músicos convidados, reconhecendo a cultura brasileira e desenraizando os preconceitos.