Festival Aldir Blanc se encerra neste domingo (14) com oficinas culturais diversificadas

Dança, preparação física, voz, cantigas infantis, colorização digital, percussão: temas variados encerram o festival gratuito, transmitido pelo YouTube, com artistas de Araraquara

80

Depois de diversas apresentações artísticas, iniciadas no último janeiro, o Festival Aldir Blanc chega ao final da programação neste domingo, 14 de março. Variadas oficinas culturais poderão ser acompanhadas pelo canal da Prefeitura de Araraquara no YouTube, a partir das 20 horas.

As oficinas apresentadas são as seguintes: “Dança Contemporânea”, com Luzinete Silva; “Preparação Física para Bailarinos”, com Érica Alves Duarte de Souza; “Descobrindo a Voz”, com Irail Rezende; “Percussão Brasileira”, com Beto Oliveira; “Criando Cantigas para o Universo Infantil”, com Vinicius Zurlo; e “Os princípios básicos da colorização digital”, com Carlos André de Souza.

Todos os trabalhos foram selecionados por meio do edital da Lei Aldir Blanc, que disp̵e sobre a̵̤es emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade p̼blica decorrente da pandemia da Covid-19. Esta iniciativa do Governo Federal, em Araraquara, conta com o suporte da Prefeitura de Araraquara Рpor meio da Secretaria Municipal de Cultura e do FUNDOARA.

Festival Aldir Blanc – Oficinas Culturais

“Dança Contemporânea”, com Luzinete Silva 

O objetivo da oficina é desenvolver o potencial criativo dos participantes, explorando as possibilidades em relação a corpo/movimento/espaço/tempo, e ampliando o vocabulário e a coleção de movimento de quem a experimenta.

“Preparação Física para Bailarinos”, com Érica Alves Duarte de Souza

A oficina contribui na preparação física de bailarinos, buscando a melhoria de suas performances. Por meio dos exercícios propostos será possível melhorar consideravelmente a conscientização corporal, respeitando os limites de seu corpo, a fim de ajudar na prevenção de lesões decorrentes da falta ou déficits de estrutura motora.

“Descobrindo a Voz”, com Irail Rezende

A oficina cultural apresenta o ator Irail Rezende como facilitador e objetiva o desenvolvimento da comunicação oral eficaz, aprimorando a qualidade do uso da voz falada, a partir de técnicas vocais e corporais. Destina-se a todes que usam a voz em seu cotidiano, seja comunicador ou não. O foco da oficina é a melhoria da respiração, dicção/articulação, e projeção da voz.

“Percussão Brasileira”, com Beto Oliveira

Essa oficina tem como objetivo contar um pouco da história e origem dos ritmos mais populares, presentes no Brasil. Ele mostra de maneira musical e didática toda essa trajetória de nossas raízes.

“Criando Cantigas para o Universo Infantil”, com Vinicius Zurlo

Na oficina o compositor Vinicius Zurlo compartilha suas vivências musicais na área da criação voltada para as crianças. A oficina busca gerar na família uma atenção para o universo sonoro e criativo das crianças.

“Os princípios básicos da colorização digital”, com André de Souza

Com a tecnologia cada vez mais presente na vida das pessoas, várias manifestações artísticas acompanham as novas ferramentas que são colocadas à disposição de seus adeptos. Uma das atividades que se beneficiaram com essa aproximação da tecnologia é a ilustração e, mais precisamente, a colorização digital. Nesta oficina desenvolvida pelo jornalista, cartunista e ilustrador André de Souza, será apresentada uma introdução à arte da colorização digital, com as ferramentas e a maneira mais simples de colorir um desenho. Ao final da aula, o aluno terá colorido seu desenho e compreendido essa técnica que poderá ser aprofundada posteriormente.